fbpx

A Sappi aceitou uma oferta da AURELIUS Investment Lux One, para a compra de três das suas fábricas de papel: a de Maastricht, nos Países Baixos, a de Stockstadt, na Alemanha, e a de Kirkniemi, na Finlândia. O valor da venda ascende a cerca de 272 milhões de euros.

Steve Binnie, CEO da Sappi Limited comentou: "Estamos muito felizes por termos chegado a acordo com a AURELIUS para tomar posse das três fábricas. Apesar de já não se enquadrarem no portfólio da Sappi, são ativos fortes com boas pessoas.

A decisão de vender estas fábricas surge na sequência de uma análise estratégica detalhada e minuciosa da Sappi, em linha com o nosso foco estratégico. Isto inclui a redução da exposição ao segmento de papel gráfico, enquanto expande a presença de Sappi em segmentos como embalagens e papéis de especialidade, pasta e biomateriais. Os investimentos recentes em todas as nossas empresas operacionais sul-africanas, americanas e europeias demonstram essa prioridade."

Sappi Papers

A Sappi Maastricht produz 260000 toneladas por ano de papel e cartão revestido, vendido principalmente a gráficas e conversores de embalagens em todo o mundo. A Sappi Stockstadt é uma fábrica integrada de pasta e papel localizada na Alemanha, que produz 145 000 toneladas /ano de pasta que é utilizada para produzir 220.000 toneladas /ano de papel revestido e não revestido, vendido principalmente no mercado europeu.

A Sappi Kirkniemi é uma fábrica integrada de pasta e papel localizada na Finlândia, produzindo 300.000 toneladas/ano de pasta mecânica branqueada que é utilizada para produzir aproximadamente 750 000 toneladas / ano de papel revestido utilizadas na indústria editorial a nível global.

Marco Eikelenboom, CEO da Sappi Europe explicou: "O foco da Sappi na Europa no que diz respeito ao papel gráfico será no mercado de impressão comercial mais forte. Além disso, no segmento das embalagens e especialidades, a empresa centrar-se-á predominantemente nas embalagens flexíveis, nos trabalhos funcionais, nos autoadesivos, incluindo a glassina, nos rótulos e nas categorias de sublimação”.

A venda estará sujeita a várias condições suspensivas padrão. A venda deverá fechar no primeiro trimestre de 2023, uma vez que todas estas condições sejam preenchidas.