fbpx

O Grupo Altri revelou os resultados do primeiro semestre de 2022, onde reporta que o Resultado líquido, excluindo operações descontinuadas, aumenta 56,9% para quase 70 milhões nos primeiros seis meses de 2022.

As Receitas sobem 41,8% no semestre para 521,7 milhões. EBITDA cresce 32,7%, mas a margem de EBITDA encolhe perante a inflação dos custos variáveis.

Jose Pina Altri

Segundo o comunicado, a produção de fibras celulósicas alcançou as 562,5 mil toneladas, com os mercados externos a absorverem 86% do total.

“Apesar da paragem programada da Biotek, foi possível alcançar um elevado volume de produção de fibras celulósicas fruto da cada vez maior eficiência das operações na Caima, Celbi e a própria Biotek. Nunca como agora a capacidade de produção das nossas unidades, reflexo também do empenho diário das nossas pessoas, foi tão importante, tendo em conta a procura que se faz sentir por fibras celulósicas no mercado internacional. A China continua a apresentar níveis de procura inferiores, mas tem sido compensada pela restante região da Ásia e Pacífico e especialmente pelo dinamismo do mercado da Europa Ocidental” diz a mensagem de José Soares de Pina

Com o projeto “Caima Go Green”, a Altri nuncia que vau aumentar o investimento em cerca de 60%, para “permitir que esta seja a primeira unidade ibérica, e uma das primeiras na Europa, a funcionar sem combustíveis fósseis”.

Sobre o projeto na Galiza, as decisões finais serão tomadas no primeiro semestre de 2023, representando um investimento de mais de 800 milhões de euros numa unidade para a produção de fibras sustentáveis para a indústria têxtil.