fbpx

O Banco Europeu de Investimento (BEI) vai financiar a construção e operação de uma nova caldeira de biomassa na unidade fabril da Figueira da Foz da The Navigator Company.

Trata-se de um passo importante na estratégia de descarbonização da Navigator, cujo objetivo é tornar a empresa neutra em carbono até 2035, 15 anos antes do estipulado como meta da União Europeia, em 2050, em conformidade com o Acordo de Paris, o Acordo Verde da UE e o Acordo Verde de Portugal, Roteiro para a neutralidade do carbono.

A nova caldeira de biomassa faz parte dos investimentos da empresa para compensar as emissões de carbono e é vista como crucial para preservar e melhorar competitividade e presença no mercado.

A fábrica de Figueira usa apenas matéria-prima de florestas que são certificadas por sistemas de certificação florestal credenciados internacionalmente ou consideradas como madeira controlada. Este projeto também contribuirá positivamente para apoiar as economias rurais e o emprego em Portugal, através do desenvolvimento de uma cadeia de valor de florestas e bio economia.

Esta é a oitava transação entre o BEI e a The Navigator Company, com a última operação assinada em 2018. Nesse projeto, o Grupo BEI apoiou os investimentos da The Navigator Company em inovação e ação climática, como o financiamento da modernização da Figueira da Foz fábrica e a atualização de suas tecnologias de produção. 

Como resultado, o consumo de energia e a quantidade de produtos químicos utilizados foram reduzidos, assim como as emissões de gases de efeito estufa, graças à substituição de combustíveis fósseis pelo maior uso de energia renovável de biomassa.

 O Banco aumentará gradualmente seu financiamento para objetivos climáticos e ambientais em até 50% até 2025, com o objetivo de garantir que o Grupo BEI mobilize pelo menos 1 trilhão de euros na década crítica entre 2021 e 2030 para promover investimentos que ajudem a alcançá-los. O BEI deixará de financiar projetos baseados em combustíveis fósseis a partir do final de 2021.

O financiamento bancário da UE é fornecido no âmbito do Plano de Investimentos para a Europa.