fbpx

A partir do conhecimento obtido com a produção, desenvolvimento e inovação em películas fotográficas, a Fujifilm está a transformá-las em membranas para purificar água.

Com a economia circular em mente, as membranas permitem a irrigação de lavouras e hortas urbanas, a dessalinização de água salgada para consumo humano, a dessalinização de águas residuais para reutilização, a geração de eletricidade através do potencial do gradiente salino, o amaciamento de água dura e a produção de água ultrapura.

Desde 1934, a Fujifilm tem atuado no setor da fotografia, tendo desenvolvido as membranas de troca iónica para purificação de água, graças ao investimento de 7% dos seus lucros anuais em investigação e desenvolvimento. A subsidiária espanhola da empresa está a liderar a promoção e expansão da solução em toda a Europa.

Fujifilm pelicula

Na Fujifilm temos um vasto portfólio de membranas, desde aquelas de baixa resistência elétrica, com ou sem ampla faixa de pH, ideais para dessalinização ou reutilização de água salgada, até membranas de baixa permeabilidade adequadas para a concentração de salmoura. Todas são baseados na nova e inovadora tecnologia de polímeros que se baseia no know-how que a Fujifilm acumulou ao longo dos anos”, diz Pol Adarve Business Development Manager - Industrial Division da Fujifilm Europe.

Como parte da Divisão de Produtos Industriais, as membranas de água da Fujifilm tornaram-se numa ferramenta para empresas de vários setores darem resposta às regulamentações de qualidade da água e os seus objetivos de reutilização, redução de consumo e cuidado ambiental.

A troca iónica é um processo de tratamento de água usado para desmineralizar sais e minerais dissolvidos na água. É um processo eletroquímico em que os iões dissolvidos, por exemplo, nitratos e sulfatos, que são comuns na agricultura e pecuária, são transferidos num fluxo de concentrado chamado salmoura. A principal vantagem da tecnologia de eletrodiálise e membranas de troca iónica sobre a osmose reversa é o maior nível de recuperação de água tratada, até 92-95%, em comparação com a salmoura.