fbpx

As novas impressoras Workforce Pro RIPS WF-C879R e WF-C878R juntam-se à gama Business Inkjet da Epson de impressoras com sistema RIPS (Replaceable Ink Pack System).

Com uma capacidade de impressão até 86.000 páginas monocromáticas e 50.000 páginas a cores, sem a necessidade de trocar os consumíveis, a promessa é de mais autonomia e produtividade e menos intervenção do utilizador.

Epson business

Com velocidades de impressão de até 26 ppm[1], estas impressoras foram criadas especialmente para empresas e espaços de trabalho de média dimensão. O lançamento acontece após a recolha de daods que comprovam que as clientes europeus da marca, que adquiriram equipamentos em 2018, economizarão cerca de 15,4 milhões de euros em custos de energia e 37.573 toneladas de CO2 durante um ciclo de quatro anos.

"Com a sustentabilidade, a produtividade e a eficiência firmemente estabelecidas como fatores-chave na decisão de compra de equipamentos para a empresa, a Epson tratou de garantir que a sua gama de impressoras business inkjet consegue responder aos três pontos", comenta Óscar Visuña, diretor da divisão business da Epson Ibérica.

Epson cartuchos

“Uma evidência que emerge dos dados de cálculo de consumo e emissões, é a oportunidade de se conseguir alcançar uma maior poupança a longo prazo graças a estes equipamentos. De facto, se cada empresa europeia que usa impressoras a laser nas suas instalações mudasse para o Business Inkjet da Epson, poderiam economizar 1800 milhões de kWh de energia por ano. Isso equivale a aproximadamente 213 milhões de euros em custos e 636 toneladas de CO2[3]; um volume anual de emissões de CO2 para o qual seriam necessárias 29 milhões de árvores para compensá-lo totalmente”, adianta o responsável.

 Compatíveis com o software Epson Remote Service (ERS), é possível fazer diagnóstico remoto, algo que facilita o apoio ao cliente na época em que o distanciamento é aconselhado como medida de prevenção no âmbito da pandemia da COVID-19.