fbpx

Fachada EuropacO Conselho de Administração da Europac aprovou as contas correspondentes ao terceiro trimestre do ano. Entre janeiro e setembro a empresa registou um EBITDA consolidado 81,5 milhões de euros, uma subida de 20,5% perante os 67,6 milhões obtidos no mesmo período de 2014. O resultado líquido antes de impostos cresceu 89,4% para os 31,7 milhões de euros e o EBIT registou 45,5 milhões, um crescimento de 39,4% face a 2014.

Enrique Isidro, vice-presidente executivo do Grupo Europac, salienta que “numa conjuntura de vendas agregadas similar há um ano, a melhoria sustentada dos resultados da empresa responde ao aumento da margem da Divisão Papel que alcançou os 15,1% face aos 12,8% do mesmo período de 2014, e à redução dos custos financeiros. A Divisão Packaging iniciou o processo de recuperação das margens, penalizadas pelo aumento do preço das matérias-primas”.

Os resultados refletem um aumento das vendas agregadas, que alcançaram os 814,8 milhões, um aumento de 3% face a idêntico período do ano anterior, e uma redução do custo financeiro de 15,5%, que vai baixar nos próximos trimestres após a assinatura do novo empréstimo sindicado no mês de julho.

O EBITDA consolidado e o EBIT registaram quatro trimestres consecutivos de crescimento sustentado, que refletem uma tendência positiva da evolução da atividade do grupo. Os EBITDA e EBIT consolidados do terceiro trimestre do ano superam em 46,5% e 100,0% respetivamente os registados há um ano.

Linhas de negócio

A Divisão Papel registou um incremento do EBITDA de 22,5% face a 2014, o que sucede em consequência da procura forte e baixos níveis de stocks na Europa. “Desde a crise de 2008, que no mês de setembro, os stocks europeus de papel recuperado não registavam níveis tão elevados, o que permite prever um preço estável da matéria-prima e antecipa uma possível tendência de redução nos próximos meses” refere a empresa em comunicado.

No que concerne ao Packaging, o aumento do preço da matéria-prima e o aumento de custos, relacionado com novos serviços comercial e operativo, acrescendo os custos do início da laboração da fábrica de Tânger, levaram a uma descida do EBITDA de 21,7% em relação aos primeiros nove meses de 2014. Considerando apenas o terceiro trimestre, a redução do EBITDA foi de 7,6% face a idêntico trimestre de 2014 e de 7,1% em relação ao segundo trimestre deste ano.

A empresa destaca ainda o aumento da rentabilidade em Espanha, o aumento do volume em Portugal e a melhoria da atividade em França.

Investimentos em curso

A Europac delineou um plano de investimento para três anos. Depois da entrada em laboração da nova bobinadora da fábrica de papel de Rouen, no primeiro trimestre do ano, vai arrancar a nova fábrica integrada de embalagem em Tânger e fica concluída a segunda fase do Projeto Revestidos de Dueñas.  A segunda fase implicou uma paragem da máquina de papel 1 (MP1) da fábrica espanhola durante mais de dois meses. Neste período, a capacidade de produção da máquina aumentou até aos 2,5 metros e a velocidade subiu uns 10%. A especialização da MP1 em papéis castanhos e da MP2 em brancos possibilita uma melhor planificação, otimizar a produção e aumentar a eficiência e rentabilidade do processo.

A terceira e última fase do Projeto Revestidos no último trimestre de 2016 vai permitir o lançamento comercial de papel revestido com dupla capa, que oferece melhor qualidade de impressão. Este fato, juntamente com a entrada em funcionamento da impressora digital de Dueñas e as impressoras de alta qualidade instaladas nas fábricas portuguesas de Guilhabreu e Leiria, vai permitir à Europac continuar a trabalhar no aumento das margens das suas linhas de negócio.

Volta ao mundo em 80 páginasA marca de papel Navigator está a desafiar os consumidores para uma campanha internacional. Trata-se de um concurso de escrita, baseado na obra de Jules Verne, que vai ter como tema “Volta ao Mundo em 80 Páginas” – “Around the World in 80 Pages – Navigator Global Writing Contest”. Decorrendo entre 13 de Outubro e 31 de Dezembro, a promoção de “80 dias, 80 páginas, 80 histórias”, oferece um total de € 10.000 em vouchers de viagens para as oito melhores histórias e uma câmara digital Canon para a melhor fotografia. Os vencedores são anunciados a 1 de Março de 2016.

Drytac WipeOut em quarto infantilA Drytac Europe, fabricante de materiais autoadesivos, acaba de apresentar um novo filme transparente de poliéster para aplicações personalizadas que se podem apagar. O novo material, chamado WipeOut, é um filme de 3 mil (75μ), adequado para utilizar em locais como os quartos das crianças, as salas de aulas, escritórios, hospitais, supermercados e cozinhas, entre outras aplicações.