fbpx

A Messe Düsseldorf revelou os resultados do 8.º Relatório de Tendências Globais da drupa, que acompanha os principais desenvolvimentos económicos e de mercado em toda a indústria de impressão a nível global.

Os resultados mostram que os níveis de confiança estão a recuperar em todo o mundo à medida que o dinamismo económico se constrói após a Covid, mas que se avizinham grandes desafios socioeconómicos para todos.

A nível global, em 2022, 34% do painel de impressores classificou a situação económica da sua empresa como "boa", enquanto 16% descreveu-a como "pobre", um saldo líquido positivo de +18%.

Existem variações notórias no otimismo, por exemplo, entre a Europa (cautelosa) e a América do Sul/Central ou Ásia (otimista). Os impressores de embalagens mostram uma confiança crescente, os impressores da área editorial manifestam uma recuperação de um mau resultado em 2019, e os impressores comerciais relataram um pequeno declínio na confiança este ano, mas têm expectativas de recuperação em 2023.

“Disponibilidade de matérias-primas, aumento das taxas de inflação e dos preços dos produtos, declínio das margens, guerras de preços ruinosas entre concorrentes [combinam-se para formar a maior ameaça dos próximos 12 meses]”, relatou um impressor comercial, da Alemanha.

Barometro confianca industria

Volume de impressão por tecnologia

Houve uma grande queda na impressão offset no setor Comercial, que foi quase compensada por um aumento no setor da Embalagens e houve também um enorme crescimento da Flexografia na área das Embalagens, com ganhos substanciais na impressão digital com toner e folha solta a cores e na impressão digital jato de tinta com alimentação por rolo a cores.

Declínio no Web-to-Print

O relatório revela um declínio constante na percentagem de impressores que relatam operar uma loja Web-to-Print/Digital, que passaram de 27% em 2017 para 23% em 2019 e 20% em 2022. Para os impressores comerciais, os números variam de 38% em 2017 para 26% em 2022, enquanto no setor Editorial, cresceu para 33%. Já no setor das Embalagens, os números diminuem de 15% em 2019 para 7% em 2022. Contudo, os números devem ser avaliados posteriormente, já que a amostra utilizada para os inquéritos também é mais reduzida, embora expressiva a nível global.

Planos de investimento

Relativamente à tecnologia de impressão, os planos de investimento para 2023 beneficiam a impressão offset com alimentação por folha (31%), seguida pela impressão digital com toner e folha solta a cores (18%), e impressão digital jato de tinta de grande formato e flexográfica (ambas com 17%). “É impressionante que a impressão offset com alimentação por folhas continue a ser o alvo favorito em 2023, apesar de se observar um claro declínio no volume de impressão por esse meio em alguns mercados. Para alguns, é para consolidar, reduzir a mão-de-obra e o desperdício; para outros, é para aumentar a capacidade”, diz o relatório.

Sobre o estudo

Com uma amostra global de mais de 500 membros participantes, o inquérito foi realizado tanto a gráficas como fornecedores, em abril e maio deste ano, com autoria e distribuição pela Printfuture (Reino Unido) e Wissler & Partner (Suíça).