fbpx

Está a decorrer o último dia da Web Summit 2021, em Lisboa, e, naquela que é a maior conferência tecnológica da Europa, dedicada ao mundo digital, a impressão desempenhou funções fundamentais.

Desde as pulseiras de segurança, com tintas especiais, à sinalética, decoração de espaços e badges, a necessidade de elementos físicos impressos é evidente, como se pode testemunhar pelas imagens.

Sinalética na Web SummitSinalética na Web Summit

A edição de 2021 é a primeira conferência presencial em dois anos, tendo acolhido 42 751 participantes de 128 países. Apesar de, devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19 e da DGS, o evento esgotou a 30 de novembro, apesar de ficar abaixo dos 70469 participantes em 2019, quando não existiam restrições.

Em conferência de imprensa, Paddy Cosgrave, o organizador do evento, referiu só ter tido autorização da DGS em junho e que, em setembro, ainda havia muita incerteza acerca da participação de muitas pessoas, devido às restrições corporativas relativas à realização do evento. “Acho que o facto de Portugal ser, atualmente, o país com a maior taxa de vacinação do mundo, ajudou muito”, referiu Paddy.

Paddy CosgravePaddy Cosgrave © Diarmuid Greene

Adiantou ainda: “Temos 2700 colaboradores que tornam o evento possível, 1000 voluntários de todas as partes do mundo, incluindo da Ásia. Eles ajudam por um dia e podem assistir aos outros dois dias de conferências. Quero agradecer também à PSP. O desafio deste ano é sem precedentes e eles colocaram a segurança de todos acima da conveniência. Eles têm duas preocupações: a saúde e a segurança. Acho que tem sido muito complexo e eles estão a fazer um trabalho incrível”.

Caixotes de Lixo em cartão com comunicação da The Navigator CompanyCaixotes de Lixo em cartão com comunicação da The Navigator Company

Igualdade de género

Pela primeira vez nos dez anos de história do evento, o rácio de género está a favor das mulheres, que representam 50,5%. Esta percentagem tem vindo a aumentar desde 2016, após o lançamento da iniciativa Women in Tech da Web Summit. A empresa viu a representação crescer para este valor de 45,8% em 2020 e de 46,3% em 2019.

Pulseiras de segurança e badgesPulseiras de segurança e badges

O Buzz dos NFTs

Ao longo dos quatro dias do evento, 748 oradores estão a realizar 1333 palestras, incluindo Q&As, keynotes, mesas redondas e masterclasses, onde se debatem temas como a comunicação, a publicidade e o marketing em 2022, as alterações climáticas e as próximas disrupções tecnológicas como os NFT.

Os NFTs podem ser qualquer elemento digital, como ilustrações, música, design, etc.), mas o entusiasmo do mundo está na possibilidade de usar a tecnologia para vender arte digital. Apesar de se poder copiar um ficheiro digital sem limites, caso se tenha acesso, os NFTs são projetados para garantir a autenticidade da propriedade da obra, embora o artista possa manter os direitos de autor e os direitos de reprodução, assim como acontece com as obras de arte físicas. Ou seja, qualquer um pode comprar uma impressão de um Picasso, mas apenas uma pessoa – ou instituição - pode ser proprietário do original. É também uma forma de remunerar as artistas que têm visto as suas obras digitais serem reproduzidas e distribuídas online, sem obter qualquer compensação pelas mesmas.

Sondagem impressa em grande formato a ser preenchida pelos participantesSondagem impressa em grande formato a ser preenchida pelos participantes

Oportunidades de networking

Na noite de abertura, já tinham sido enviados 500 000 pedidos de conexão na aplicação. O networking no evento é alimentado pelo software da Web Summit, o Summit Engine, que foi licenciado para clientes externos, pela primeira vez, este ano. As Nações Unidas participaram num evento do programa DONUD em março, utilizando o Summit Engine e, na semana passada, foi anunciado que o Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas utilizará a tecnologia da Web Summit para o seu evento em janeiro de 2022.