fbpx

A NTT DATA destacou recentemente os padrões elevados na proteção de dados e segurança de endpoint dos multifuncionais bizhub i-Series. A conclusão resulta de testes realizados aos equipamentos, incluindo armazenamento em solid state discs (SSD), um novo código de base, firmware e serviços integrados na cloud.

Konica Minolta iSeries 2

Depois de aceder a diferentes equipamentos multifuncionais da linha bizhub i-Series e ao respetivo código-fonte, a NTT DATA (da divisão de Segurança da NTT Ltd.) não identificou vulnerabilidades de segurança significativas após a realização de, aproximadamente, 80 horas de ataques simulados de hackers.

«Os equipamentos de impressão inteligentes oferecem excelentes oportunidades de colaboração e facilidade de uso aos utilizadores. No entanto, muitas organizações não suspeitam sequer de que estes podem ser uma porta de entrada para hackers, tal como sucede com qualquer outro dispositivo conectado», refere Hendrik Wielinga, Product Specialist Office & PRS da Konica Minolta.

«Os testes de penetração realizados pela NTT DATA e NTT Ltd. apenas vieram reforçar o trabalho que é desenvolvido internamente pelos especialistas da Konica Minolta e a qualidade das nossas soluções, contribuindo com uma garantia adicional de confiança junto dos nossos clientes», sublinha Hendrik Wielinga.

Além dos testes realizados por entidades independentes na área de IT, a Konica Minolta submete regularmente os equipamentos a testes internos de cibersegurança, de forma a garantir a proteção dos sistemas e o cumprimento dos requisitos de conformidade PCI, HIPAA, FERPA e GDPR, revelou a fabricante.