fbpx

A papeleira Mondi vai instalar novas linhas de produção na fábrica em Gronau, Alemanha, para produzir tecido não tecido e máscaras faciais cirúrgicas.

Em abril, a empresa já tinha anunciado que ia converter parte das suas linhas, e agora continua a expansão.

Mondi

"Estamos bem posicionados para o aumento da produção de máscaras faciais e de plástico fundido em Gronau. A nossa equipa tem o know-how e a experiência necessários para trabalhar com estes materiais, assim como a tecnologia.

A capacidade de produção interna posiciona-nos para construir uma oferta local competitiva a longo prazo. Uma vez em funcionamento, poderemos produzir mais de um milhão de máscaras faciais por dia", comentou Jürgen Schneider, diretor-geral da Mondi Personal Care Components (PCC).

Dada a escassez de tecido não tecido no mercado, a fábrica da Mondi vai oferecer cerca de 50% da sua produção a outros fabricantes de máscaras faciais na Europa.

O tecido não tecido proporciona uma melhor função de filtragem do que o algodão, pois os fios únicos são vinte vezes mais finos que um cabelo humano. As máscaras faciais cirúrgicas tipo IIR têm de satisfazer os seguintes requisitos: a eficiência da filtração bacteriana tem de ser 98%, a resistência à respiração tem de ser inferior a 60.0 Pa/cm2 e a resistência ao respingo tem que ser igual ou superior a 16 kPA.