fbpx

A 30 de setembro, nos Montes Claros (Monsanto), em Lisboa, realiza-se a “R Summit”, com fotógrafos e entusiastas da fotografia e do vídeo para um “open day” dedicado ao sistema Canon EOS R.

Um dos principais pontos de interesse, segundo a fabricante, será a zona Touch & Try, que permitirá que o material seja testado e que os participantes tirem dúvidas com os fotógrafos e os videógrafos profissionais presentes. É aconselhável que os participantes levem os próprios cartões de memória para guardar as recordações do dia.

R Summit oradores

No programa estão seis masterclasses de 45 minutos com diversos profissionais, especializados em diferentes matérias, que vão partilhar as histórias, experiências e formas de trabalhar. A agenda é a seguinte:

  1. Tiago Ventura Sales (15:00-15:45)
  2. Ricardo Bravo (16:00-16:45)
  3. Filipe Abreu (17:00-17:45)
  4. Joel Santos (18:00-18:45)
  5. Marisa Martins (19:00-19:45)
  6. Fernando Guerra e Nilton (20:00-20:45)

 

Na zona de Check & Clean, os visitantes poderão desfrutar de uma limpeza de sensor gratuita, se levarem consigo o seu equipamento Canon. Haverá ainda um passatempo nas redes sociais, com a oportunidade de ganhar uma experiência fotográfica personalizada com Joel Santos, Embaixador Canon ou até um kit de equipamento do Sistema EOS R.

A entrada no ‘R Summit’ é gratuita, mas requer inscrição prévia através do seguinte link: https://www.canon.pt/rsummitportugal/

DETALHES R SUMMIT:

Local: Montes Claros – Lisbon Secret Spot // Estrada de Montes Claros, 1300-651 Lisboa

Horário: 14:30-21:30

 

R Summit fotografias

 

MASTERCLASSES

(Programa da Canon)

 

“O poder do retrato: da esfera pessoal à profissional” – Tiago Ventura Sales (15:00-15:45)

Desde cedo ligado a áreas como a música e o desenho, Tiago começou como um fotógrafo curioso, até se profissionalizar cinco anos depois de comprar a sua primeira máquina digital. Nesta masterclass vai mostrar como é que o retrato foi o elo de ligação com o seu interesse pela fotografia de arquitetura e de viagem, tendo servido também para equilibrar o seu trabalho comercial e projetos pessoais.

“Adaptação é o nome do jogo” – Ricardo Bravo (16:00-16:45)

A fotografia de surf depende de condições meteorológicas, marítimas e ainda do fator humano. Nos primeiros anos, Ricardo insistia em procurar condições ideais, mas com o passar do tempo aprendeu que a solução também passa pela adaptação ao que a natureza oferece, tendo-se então focado em desenvolver a sua capacidade de tirar proveito das adversidades.

“EOS R, a gama que simplifica a criação de conteúdos” – Filipe Abreu (17:00-17:45)

Nesta masterclass, Filipe abordará as vantagens das câmaras do Sistema R para o trabalho de um videógrafo – como a possibilidade de utilizar um adaptador com filtro ND variável (único no mercado), o viewfinder eletrónico, o ecrã articulado, a cortina que fecha evitando a entrada de poeira para o sensor, a estabilização de imagem IBIS e a eletrónica, entre outras. Todos aspetos técnicos, mas que permitem que o profissional se dedique sem preocupações ao que é mais importante: criar conteúdo relevante e de qualidade, que seja impactante para quem o vê e faça a diferença.

“Historias por detrás da fotografia” – Joel Santos (18:00-18:45)

Dizem que uma imagem vale por mil palavras. No entanto, por detrás de cada fotografia existem histórias incríveis, que valem outras mil palavras e merecem ser reveladas. São narrativas de paixão, de superação e de aprendizagem que nos inspiram a ser melhores fotógrafos e ainda melhores pessoas. Viaje através das fotografias e vídeos de Joel Santos, sempre repletos de momentos únicos e emoldurados com uma luz mágica. 

“A procura da beleza do caos em fotografia de família” – Marisa Martins (19:00-19:45)

Marisa falará sobre o desafio que é para si a fotografia documental de família: sessões onde nada é encenado ou dirigido – e que se baseiam no fotojornalismo. Marisa fotografa os vislumbres de momentos reais do dia a dia das famílias, com o objetivo de captar a sua verdadeira essência, sem poses e sem interferências. Mais do que documentar o quotidiano em fotografia, procura contar a história de cada família e dar ênfase aos detalhes que a tornam única e especial.

“Quase tudo por acaso”, por Fernando Guerra e Nilton (20:00-20:45)

Fernando Guerra – O que é o estilo de um fotógrafo ou de uma fotografia? Como deixam uma marca e fazem suspirar de prazer ou frustração, enquanto vivem com a insuportável obrigação de triunfar como fotógrafos? Como surge tudo isso em cada um? Muitas questões e algumas sem resposta; o Fernando sabe apenas como surgiu nele, o que gosta de fazer e o que quer fotografar. Acredita que neste percurso também ajudou o facto de nunca se ter preocupado em triunfar em lado algum. Como aconteceu tudo isto? É o que ele vai contar. Tudo por acaso.

Nilton – Diz que não é fotógrafo, mas será sempre fotógrafo, mesmo não o sendo. São os momentos que chamam por ele, que apenas os regista por raramente andar sem uma máquina. Sente-se por vezes apenas o responsável por registar aquele momento que, por alguma razão, acontece diante de si; sente-se encarregado de o eternizar. O acaso, sempre o acaso a trabalhar em seu favor. Ele só está lá. Por acaso.

Imprensa, Publicidade & Marketing