fbpx

A Comercialfoto revelou que a SIGMA acaba de apresentar duas novas objetivas da linha SIGMA Contemporary para câmaras mirrorless: a SIGMA 24mm F2 DG DN e a SIGMA 90mm F2.8 DG DN.

A 24mm F2 full-frame foi concebida para fotógrafos que procuram uma performance ótica que seja rápida, robusta e que, ao mesmo tempo, não seja um fator de sobrecarga. Já a objetiva 90mm F2.8, destaca-se, diz a fabricante, pela capacidade de renderização e ótica nítida.  

SIGMA 90mm F2

A 24mm F2 DG DN | Contemporary tem uma abertura F2, uma construção totalmente metálica e um anel de abertura manual. A SIGMA 24mm F2 DG DN | Contemporary apresenta dois elementos de vidro SLD e um elemento de vidro FLD para corrigir a aberração cromática axial. Incorpora também dois elementos asféricos moldados em vidro de alta precisão, tornados possíveis pela tecnologia de processamento da única instalação de produção da SIGMA em Aizu. Isto permitiu manter baixo o número total de elementos da objetiva, reduzindo o seu tamanho e o peso, e proporcionando, ao mesmo tempo, uma correção de várias aberrações. A resolução da 24mm F2 DG DN é elevada e uniforme desde o centro até à periferia da imagem. O coma sagital também é bem suprimido, dando à objetiva um alto grau de poder de renderização que a torna adequada para a fotografia noturna de céu.

Com a distância focal média versátil, a SIGMA 90mm F2.8 DG DN | Contemporary é a mais comprida da série, mas continua a ser compacta e leve. É totalmente otimizada para sistemas mirrorless e produz um bokeh suave, adequado para retratos. A distância mínima de focagem de 50cm permite que os fotógrafos se aproximem do sujeito. A objetiva foi concebida com cinco elementos de vidro SLD. Isto ajuda a reduzir a aberração cromática axial que não pode ser corrigida na câmara, permitindo que a objetiva atinja alta resolução e qualidade de imagem clara sem arrastamento de cor. Uma lente asférica moldada em vidro de alta precisão proporciona tanto uma alta resolução como um bokeh.

SIGMA 90mm F2

A objetiva também utiliza a funcionalidade de correção ótica da câmara, que é uma vantagem dos sistemas mirrorless, pelo que os designers óticos da SIGMA puderam concentrar-se na correção de aberrações que só podem ser corrigidas pelo design ótico, melhorando o desempenho de renderização e reduzindo o tamanho e peso da objetiva.

Com uma distância de focagem mínima de 50cm e um rácio de ampliação máximo de 1:5, é possível fazer close-ups e fotografar em estilo macro. A objetiva realça o sujeito fotográfico, permitindo precisar detalhes ou criar composições mais abstractas.

Qualidade de construção

Todas as objetivas da série I têm uma construção totalmente metálica. As peças de alumínio proporcionam durabilidade e os materiais metálicos são também utilizados em estruturas internas que deslizam com o anel de operação para uma maior robustez.

Na SIGMA 24mm F2 DG DN | Contemporary, o anel de cobertura entre o anel de foco e o anel de abertura tem alguns traços em comum com a linha SIGMA Art. Esta cobertura funciona como uma fixação de dedo sempre que se prende ou se solta a objetiva.

A 90mm F2.8 DG DN | Contemporary partilha o mesmo diâmetro máximo de φ64mm e tamanho de filtro de 55mm que a 24mm F3.5 DG DN | Contemporary e 45mm F2.8 DG DN | Contemporary. Com um peso combinado de apenas 735gramas / 25,9oz.※, estas três objetivas (grande angular, standard, mid-telephoto) podem ser utilizadas em paralelo como parte de um sistema de câmara de alta especificação compacto que cobre uma vasta gama de circunstâncias de filmagem.

Imprensa, Publicidade & Marketing