fbpx

De 19 a 23 de setembro, a Tech@Week, promovida pela Agência Nacional de Inovação (ANI), vai mostrar a “Inovação Emergente na Energia e nos Materiais”. Do programa fazem parte uma conferência e ações de demonstração.

A 21 de setembro acontece uma ação de demonstração, a partir das 9h30, no Business Center da Zona Industrial e Logística de Sines. Em demonstração estarão diversos projetos inovadores, nomeadamente no campo do fabrico aditivo em metal.

A abertura ficará a cargo de Filipe Costa, da AICEP Global Parques, dará a conhecer o Caso de Sines: “Energia Sul” e de João Borga, do conselho de administração da ANI. “Como transitar para um futuro sustentável?”, “Mobilidade enquanto modelo de negócio” e “A importância da transição energética” serão outros dos temas em debate ao longo do dia. A abertura da sessão da tarde ficará a cargo do secretário de Estado da Economia, João Neves, e o encerramento será realizado pela Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato.

Fabrico Aditivo ISQ

À semelhança da primeira Tech@Week, várias instituições abrirão as suas portas para apresentar a sua missão, objetivos, projetos e os resultados das suas atividades tecnológicas. São elas: o Gabinete de Transferência de Tecnologia da Universidade de Évora (20 de setembro), o Itecons (19 de setembro), o NET4CO2 (19 de setembro), a Ecosteel (23 de setembro) e a Inovafil (22 de setembro).

A novidade nesta segunda edição das Tech@Weeks é realização do Edu@Tech, uma iniciativa que pretende promover a literacia científica, junto das escolas e dos alunos, bem como aproximar os jovens da ciência e da tecnologia. Está marcada para a manhã de 23 de setembro no Agrupamento de Escolas de Viana do Castelo.

As Tech@Weeks são promovidas no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas - Transferência de Conhecimento Científico e Tecnológico, TECH4INNOV, cofinanciado pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020) do Portugal 2020.

Fabrico Aditivo Metálico no ISQ

Um dos projetos em demonstração, em Sines, é o Fabrico Aditivo Metálico no ISQ. O ISQ dispõe de laboratórios, tecnologias de processo (arco elétrico, fusão de metais a laser em cama de pó, deposição metálica a laser) e competências para Fabrico Aditivo metálico que permitem: a avaliação e seleção de tecnologias de processo para a indústria, a produção de componentes com geometria complexa (de pequenas ou grandes dimensões), a certificação de componentes, processos e pessoas, o desenvolvimento e caracterização de novos materiais, a simulação, modelação e otimização topológica de componentes.