fbpx

A partir de hoje, e à semelhança do que aconteceu na altura do primeiro confinamento devido à pandemia da COVID-19, o Grupo Porto Editora volta a oferecer o acesso a todos os manuais escolares no formato digital e aos recursos associados disponíveis na plataforma Escola Virtual, a toda a comunidade escolar. Desta vez, a plataforma também estará disponível por smartphone.

«A experiência e o conhecimento que adquirimos no ano passado permite-nos saber hoje, claramente, a importância deste apoio para o trabalho dos professores e dos alunos, nomeadamente em contexto de suspensão letiva», afirma Vasco Teixeira, Administrador do Grupo Porto Editora, lembrando que a Escola Virtual disponibiliza manuais escolares de todas as disciplinas, do 1.º ao 12.º ano de escolaridade, com conteúdos digitais complementares.

O objetivo é «apoiar a comunidade educativa, que, desde o início do ano letivo, tem enfrentado vários constrangimentos provocados por uma pandemia que afeta o dia a dia dos nossos professores, alunos e famílias», diz.

Escola Virtual

Através da Escola Virtual, os professores poderão continuar a preparar e organizar as aulas, abordar as diferentes matérias, propor exercícios e revisões, trabalhar dificuldades específicas e realizar avaliações. Os professores podem criar e gerir turmas/grupos, o envio de tarefas, a comunicação síncrona e assíncrona, por mensagens e através de um mural da turma, bem como a partilha de materiais.

Os alunos terão acesso aos seus manuais em formato digital e a recursos complementares, podendo estar permanentemente ligados aos seus professores através de ferramentas de comunicação e partilha, num ambiente circunscrito à comunidade educativa.

Todo o processo será acompanhado e apoiado pela equipa pedagógica da Escola Virtual.

A Escola Virtual é uma plataforma de estudo, de subscrição anual paga, da responsabilidade do Grupo Porto Editora, existente desde 2005, que proporciona uma metodologia baseada na adaptação de tecnologias avançadas, permitindo a utilização, em computador e dispositivos móveis, de conteúdos educativos digitais e interativos relacionados com os currículos do 1.º ao 12.º ano de escolaridade.