fbpx

caciaO grupo Portucel Soporcel quer aumentar, em 30 milhões de euros, as exportações anuais, que atingiram em 2013 o valor de 1.215 milhões de euros.

Para isso, vai aumentar a capacidade produtiva da unidade industrial de Cacia, no distrito de Aveiro, em 20%, fazendo crescer a capacidade de produção de pasta de eucalipto desta unidade fabril para 353 mil toneladas/ano.

Com o projecto de expansão da unidade industrial de Cacia, a capacidade instalada de produção de energia renovável vai aumentar cerca de 9% para 336,7 MW. Recorde-se que, para além de produzir e comercializar pasta branca de eucalipto para mercado e para outras unidades do grupo Portucel Soporcel, a fábrica de Cacia, que emprega 181 colaboradores directos, produz também energia resultante de um processo de cogeração que utiliza como principal combustível a biomassa florestal, obtida a partir de resíduos do processo de produção de pasta.

A Fábrica de Cacia iniciou a sua actividade em 1953, tendo sido pioneira, a nível mundial, na utilização de madeira de eucalipto para a fabricação de pasta de papel pelo processo "kraft", processo esse que acabou por se impor como uma referência, sendo hoje em dia partilhado por todos os produtores mundiais deste tipo de pasta. Na última década, Cacia foi objecto de importantes investimentos, destacando-se, em 2006, o respeitante a uma nova caldeira de recuperação.