fbpx
DP - PACKAGING
Login
Atualizado a 23 Oct, 2019

“Rolhas que dão folhas” junta Amorim, Continente e Quercus

 Rolhinhas

Com o objetivo de incentivar a reciclagem da cortiça – um produto também muito utilizado na indústria gráfica - e contribuir para a reflorestação em Portugal, a Missão Continente, em parceria com a Quercus e a Corticeira Amorim, vai distribuir um total de 500.000 “rolhinhas” aos clientes do Continente.

 Os “rolhinhas” são pequenos depósitos de rolhas que poderão ser levados para casa e onde as famílias podem ir juntando as suas rolhas de cortiça, até ao momento de as despejar nos recipientes próprios, já existentes nas lojas Continente junto ao balcão de serviço de apoio ao cliente. 

 A campanha acontece no âmbito do Green Cork, um projeto criado em 2008 pela Quercus em parceria com a Missão Continente e a Corticeira Amorim, que já permitiu a recolha de cerca de 84 milhões de rolhas.

 

 Pretende recordar a importância da reciclagem de cortiça e sensibilizar a opinião pública para as vantagens ambientais dos produtos de cortiça, enquanto suporte de um ecossistema com caraterísticas únicas.

 O montado de sobro contribui para a conservação da biodiversidade e para a sobrevivência de muitas espécies de fauna autóctone, algumas em perigo de extinção.

 A sua importância é igualmente notória no plano da fixação de CO2, na regulação do ciclo hidrológico e na retenção de água, na prevenção da desertificação e do despovoamento das áreas rurais.

 A reciclagem, além de permitir a reutilização da cortiça em novos produtos, permite estender o seu ciclo de vida e os benefícios ambientais associados, em particular a sua capacidade de armazenar CO2. 

O Green Cork ajuda a responder a outros desafios, nomeadamente a plantação de árvores que integram a floresta autóctone portuguesa (em que se inclui o sobreiro). 

Através da receita das rolhas entregues para reciclagem, a Quercus financia a iniciativa “Floresta Comum”, ao abrigo da qual já foram plantadas mais de 828 mil árvores. 

O projeto “Floresta Comum” tem como missão promover a produção, angariação e distribuição de árvores autóctones a projetos que demonstrem motivação, comprovem competências e possuam os meios necessários para proceder ao plantio e cuidado das florestas que tencionam plantar.