Log in

Portucel Soporcel: volume de negócios cresce 2,5%

portucel setubalA Portucel Soporcel atingiu, nos primeiros nove meses de 2013, um volume de negócios de € 1 137,2 milhões, traduzindo um crescimento de 2,5% em relação a 2012. Este desempenho deve-se essencialmente à evolução favorável do negócio de pasta, assim como ao incremento do negócio de energia.
No negócio do papel de impressão e escrita não revestido (UWF), as condições nos principais mercados do grupo permanecem difíceis, já que a débil situação económica e a manutenção dos elevados índices de desemprego continuam a reflectir-se no negócio. Verificou-se um decréscimo de cerca de 1% no volume de vendas de papel, o que, conjugado com um decréscimo de cerca de 3% no preço médio de venda do grupo, resultou numa redução aproximada de 4% no valor das vendas de UWF, nos primeiros nove meses de 2013. A redução no preço médio resultou essencialmente de três factores: a deterioração do preço de referência no mercado Europeu e Norte-americano (o índice do mercado Europeu recuou 1,4% face a período homólogo e o dos Estados Unidos 4%), a variação cambial e o peso acrescido dos mercados de fora da Europa no mix de vendas do Grupo.
O mercado da pasta branqueada de eucalipto (BEKP) tem-se mantido sustentado ao longo do ano, tendo o grupo registado um bom desempenho, quer ao nível dos volumes vendidos quer no que respeita aos preços. Deste modo, o volume cresceu cerca de 26%, resultante do excelente desempenho produtivo e da redução de stocks. O preço médio de venda ficou ligeiramente abaixo do verificado no período homólogo, tendo o índice de referência do PIX, FOEX BHKP em euros, registado um acréscimo de cerca de 4%.
Na área de energia, a produção bruta de energia eléctrica situou-se em cerca de 1.750 GWh, o que representa um incremento de mais de 23%. Tal como já referido, este valor não é comparável com o do ano anterior, já que inclui a produção da Soporgen. As vendas de energia totalizaram cerca de 1.600 GWh tendo o seu valor sido afectado negativamente pela redução na tarifa da cogeração da fábrica de Cacia, fruto das reduções já concretizadas pelo Governo nos preços de energia a partir de biomassa. Os custos registaram um aumento material nos primeiros nove meses de 2013, devido em grande medida à consolidação integral da Soporgen nas contas, que se reflectiu principalmente nos custos com o gás natural. Também se verificou um acréscimo nos custos de aquisição de madeira e de electricidade. Por outro lado, registou-se uma evolução favorável dos custos com pessoal.
Neste cenário, o EBITDA consolidado foi de € 260,1 milhões, o que representa uma redução de 8,0% relativamente a igual período do ano anterior e traduz uma margem EBITDA / Vendas de 22,9%, inferior em 2,6 pontos percentuais à registada no ano anterior. Os resultados operacionais situaram-se em € 183,7 milhões, menos 13,9% que no ano anterior. Importa, no entanto, referir que os resultados operacionais nos primeiros nove meses de 2012 foram positivamente influenciados pela reversão de provisões num montante de cerca de € 9,5 milhões. Os resultados financeiros foram negativos em € 15,7 milhões, comparando com um valor também negativo de € 12,9 milhões em 2012. O agravamento dos resultados financeiros deve-se em grande medida ao aumento da dívida bruta, para garantir uma flexibilidade financeira adequada, através da manutenção de elevados níveis de liquidez, e à diminuição da taxa de remuneração da liquidez excedentária. O resultado líquido consolidado do período situou-se em € 149,7 milhões, menos 6,5% que no período homólogo do ano anterior, positivamente impactado pela reversão de provisões de cariz fiscal e pelo reconhecimento de incentivos fiscais, apesar de se manter uma taxa efectiva de imposto corrente de cerca de 23%.

Antalis relança web

antalis ptDepois de algum tempo em remodelação, a Antalis relançou a sua página web, disponível em www.antalis.pt. “Um sócio online que ajuda os clientes da Antalis a fazer crescer o seu negócio” é assim que a empresa descreve a funcionalidade do site, disponível 24h por dia, sete dias da semana, com “informação detalhada e assessoramento sobre os seus produtos e serviços, o que lhes proporciona uma vantagem competitiva. Graças a diferentes perfis de negócio, cada utilizador pode encontrar informação do seu interesse sobre tendências, ofertas especiais e produtos recomendados, assim como aplicações específicas com recomendações a ter em conta ao iniciar um projecto. Deste modo, cada cliente é guiado até uma selecção de soluções perfeitamente adaptadas às suas necessidades e prioridades particulares” divulga a marca em comunicado.

Portucel Soporcel consolida presença em Moçambique

Navigator 01A Portucel Soporcel vai marcar presença na Feira Agro-pecuária, Comercial e Industrial de Moçambique (FACIM), a decorrer em Maputo entre 26 de Agosto e 1 de Setembro de 2013. Os principais objectivos desta participação consistem emdivulgar o projecto de investimento que o Grupo está a desenvolver em Moçambique e promover as marcas de papel premium.
Lá estarão em destaque as marcas Navigator, Discovery e Soporset. Esta feira contribuirá ainda para fomentar parcerias comerciais com os clientes do continente africano e, em particular, de Moçambique. A Comissão Executiva do grupo Portucel Soporcel reforça a importância de Moçambique na estratégia de desenvolvimento do Grupo, salientando que “A nossa presença em Moçambique representa uma aposta de futuro e uma etapa importante da nossa estratégia de expansão internacional. O potencial deste país africano para projectos florestais integrados com dimensão é reforçado pela sua localização estratégica face a mercados asiáticos emergentes, como China ou Índia, e também por condições naturais privilegiadas. De salientar ainda, no caso do projecto em curso, as afinidades culturais de Portugal com Moçambique.”.
Actualmente, o Grupo exporta 95% das suas vendas para mais de 110 países tendo sido responsável, em 2012, por 52% das exportações europeias de papéis finos de impressão e escrita não revestidos para África. O stand do Grupo estará integrado no Pavilhão de Portugal.

Antalis compra negócio de distribuição de papel da Xerox

xerox papelA Antalis pretende comprar o negócio de papel da Xerox, na Europa Ocidental. Do negócio, que está ainda sujeito à aprovação das autoridades europeias da concorrência, fazem parte os direitos exclusivos para comercializar e distribuir os suportes de impressão da marca Xerox. O negócio de papel cópia da Xerox emprega cerca de 280 pessoas em 16 países, que deverão passar para a Antalis, e tem vendas anuais de cerca de 300 milhões de euros e um volume que representa 280 000 toneladas de papel. Com esta aquisição, a Antalis vai reforçar a posição no mercado de papel cópia na Europa Ocidental, expandir a base de clientes e ter acesso a novas redes de vendas, reforçar as parcerias estratégicas com os fornecedores e melhorar a rentabilidade e eficiência operacional, em particularmente na logística, maximizando a capacidade de armazenamento.

De acordo com Pascal Lebard, Chief Executive Officer da Sequana e Antalis: "Desempenhar um papel activo na consolidação do mercado de distribuição de papel cópia vai dar massa crítica à Antalis neste segmento ao dobrar os seus volumes e vendas. Esta aquisição num mercado competitivo onde o tamanho é fundamental, permitirá à Antalis fortalecer o seu negócio e posição, maximizar o fluxo de caixa e melhorar a rentabilidade." Hervé Poncin, Chief Operating Officer da Antalis, disse: "Graças a esta aquisição, a Antalis irá adicionar à sua oferta actual uma reconhecida marca global nos mercados de office e de impressão digital. Fortalecer a nossa presença na Europa Ocidental é chave para continuar o nosso desenvolvimento, não só nos nossos principais mercados, mas também nos países emergentes e nos sectores de Comunicação Visual e de Embalagem "

Fedrigoni lança Paper Selector

fedrigoni paperselectorA Fedrigoni lançou uma nova aplicação para iPhone ou iPad. Chama-se Paper Selector e conta com seis modos de pesquisa diferentes. A Pesquisa por tipo de papel  permite introduzir as características que interessam e encontre o papel que melhor se adapta às necessidades. A Pesquisa por cor, como o nome indica, permite encontrar o papel através dos tons preferidos. A Pesquisa por características específicas permite obter a lista de todos os papéis e a pesquisa por aplicação permite encontrar os papéis mais específicos para embalagem, publicação editorial, convites e correspondência, ou outras. A aplicação permite ainda pesquisar por mostruário ou fazer uma pesquisa livre, com termos mais específicos. A aplicação permite ainda solicitar informação ou amostras ao representante Fedrigoni mais próximo.

Torraspapel expõe Metalvac na Alemanha

torraspapel metalvac posterA Brau Beviale 2012 vai realizar-se em Nuremberga, Alemanha, de 13 a 15 de Novembro. A Torraspapel participa novamente na feira que contará com cerca de 1.350 expositores e mais de 31.500 profissionais da indústria. Durante este evento serão apresentados os últimos desenvolvimentos e tendências em matérias-primas, maquinaria e tecnologia, logística e marketing da cerveja, água e outras bebidas.

Em destaque a empresa vai ter a linha Metalvac, de papéis metalizados por alto vácuo da Torraspapel, 100% recicláveis e especialmente concebidas para todo o tipo de etiquetas de cerveja e bebidas premium. Os papéis Metalvac estão disponíveis em prata ou ouro, brilhante ou mate e com diversos tipos de gofrado (lino, brushed e pin-head) e são adequados para a etiquetagem de vazilhame recuperável, tendo um magnífico comportamento nas linhas de lavagem. A gama Metalvac conta com as certificações florestais de Cadeia de Custódia PEFC e FSC e provém de centros produtivos que contam com as certificações de qualidade ISO 9001 e ambientais ISO 14001 e EMAS.

Fedrigoni lança Paper Editions

catálogo fedrigoniA Fedrigoni lançou o Paper Editions, um catálogo produzido para o mercado espanhol e português, com direção artística de PalauGea Comunicación. Trata-se de um mostruário com doze tipos de papel, com um folheto em que se pode verificar o comportamento da tinta em cada um deles. O Paper Editions foi idealizado como uma ferramenta que compara alterações que ocorrem na impressão sobre um papel branco, ou sobre um suporte offset ou um estucado. As gamas de papéis incluídos no catálogo são o Arcoprint, Arcoset, Palatina, Boprima, Oikos, X-Per, Tatami e Symbol Card. Para obter um, envie um e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Torraspapel na recuperação da ribeira do Tejo


aranjuezO projeto patrocinado pela Torraspapel recuperou parte do bosque da ribeira do Rio Tejo no seu percurso por Aranjuez.
Neste sentido, o projeto mais recente patrocinado pela Torraspapel tornou possível a recuperação de uma zona desflorestada situada nas margens do Rio Tejo nos limites geográficos de Aranjuez e que, devido ao seu grau de degradação, exigia uma recuperação paisagística. Esta zona apresentava um duplo interesse: como bosque aluvial pelas suas funções como estabilizador da ribeira, a redução da erosão, a atuação como filtro verde e o seu importante papel como área de alimentação e refúgio ecológico da flora e fauna; como via pecuária, uma vez que pertence à rede de caminhos milenares que constituem uma rede dos ecossistemas existentes, ligando parques, reservas e espaços naturais.
Desde 2004, a Torraspapel colabora em projetos de recuperação ecológica e recuperação dos bosques em parceria com a ONG Acciónatura, tendo plantado já mais de 21.000 árvores na Península Ibérica e no Brasil.