Log in

UPM Raflatac consegue certificação FSC e PEFC

UPM-Raflatac-labelA UPM Raflatac conseguiu certificação FSC e PEFC em várias gamas de etiquetas produzidas na fábrica da Malásia, assim como para as operações de corte e distribuição na Tailândia, Indonésia, Vietname e Índia. Isso faz com que todas as fábricas da UPM Raflatac sejam certificadas na região Ásia-Pacífico.

“Temos assistido a um aumento pela procura de produtos certificados por FSC e PEFC e estamos muito satisfeitos por poder fornecê-los aos nossos clientes” diz Jouni Komulainen, director-geral da UPM no sudoeste asiático. “Uma cadeia de custódia clara é essencial para os comerciantes. Eles podem sublinhar as suas credenciais sustentáveis aos clientes que, por sua vez, podem tomar decisões de compra mais responsáveis”.

Munksjö e Ahlstrom finalizam fusão

Munksjo-155A Munksjö Oyj e a Ahlstrom decidiram concluir o processo de fusão da área de negócios Label and Processing (Coated Specialties), no Brasil, com notificação de registro comercial da Finlândia, a 2 de Dezembro de 2013. Na fusão que vai ocorrer na fábrica de Jacareí (Coated Specialties), todos os activos sob sua responsabilidade serão transferidos para a Munksjö Oyj como parte do processo. A fábrica de Jacareí será incluída na área de negócios Release Liners.

“Após a conclusão da segunda fase, reforçamos o nosso programa de crescimento em papéis especiais. A nossa competitividade vai fortalecer-se e oportunidades de crescimento serão adicionadas à companhia, organicamente e estrategicamente. A nossa pegada verde (foot print) em produção vai estender-se da Europa e Ásia para a América do Sul”, diz Jan Åström, Presidente e CEO da Munksjö Oyj.

Na fusão, os accionistas da Ahlstrom recebem 0,265 novas acções na Munksjö por cada acção adquirida pela Ahlstrom. Caso o número de acções recebidas por um accionista da Ahlstrom seja um número fraccionário, as fracções serão arredondadas para o número inteiro mais próximo. Um total estimado de 12 292 084 novas acções na Munksjö Oyj pertencerá aos accionistas da Ahlstrom. O número de novas acções direccionadas devido ao demerger será determinado com base no dividendo Ahlstrom e levando em consideração todo o comércio efectuado, apesar de não estabelecido, nas acções da Ahlstrom até o final do dia.

Nenhuma consideração será paga com base nas próprias acções obtidas pela Ahlstrom Corporation. As novas acções carregam um direito de dividendo e outros direitos dos accionistas a partir da data do registro que ocorreu a 02 de Dezembro de 2013

O valor a ser transferido para a Munksjö (Coated Specialties) corresponderá ao valor comercializado no mercado para as acções da Munskjö até o final do dia. Considerando que o preço fechado da cota de acção da Munksjö, comercializado no dia 30 de Setembro de 2013 foi 4,86€, o valor considerado para a transferência totalizará 59,7 milhões de € e será gravado reservadamente e da mesma forma, para investidores.

Indústria de papel com benefícios fiscais por investimento e criação de emprego

celbi fabricaA indústria do papel vai receber benefícios fiscais, pela aprovação de contractos com o governo, conforme é avançado pelo Diário da República. Foram aprovados três projectos ligados à indústria papeleira, num total de 80 milhões de euros, que vão criar novos postos de trabalho. O maior investimento vai ser feito pela Caima - Indústria de Celulose, com 35,1 milhões de euros destinados à conversão da fábrica para a produção de pasta solúvel. Para este projecto vão ser criados dez novos postos de trabalho. A Celbi (Celulose Beira Industrial) vai investir 30,2 milhões de euros para reforço da capacidade de produção e com isso vai gerar cinco novos postos de trabalho. A Fortissue - Produção de Papel, vai investir 15,3 milhões de euros numa nova fábrica, e vai criar 32 postos de trabalho.

França e Itália: preços de papel com alterações

paper publicationsOs fornecedores de papel de jornal e revista estão a preparar um aumento de preço, com efectividade a partir de 1 de Janeiro, no mercado francês. Já em Itália, o mercado de fine papers tem verificado uma tendência de redução nos preços. Regista-se uma diminuição de cerca de 10€/tonelada no passado mês de Novembro.
Em França, depois de uma forte reorganização no mercado da produção de papel, os produtores notam um aumento da procura e estão a considerar aumentar os preços da tonelada. Referem, no entanto, que continua a haver um declínio no consumo e esta poderá ser uma situação temporária.

Domtar vai comprar espanhola Indas

fraldas bambinoA Domtar está a planear a expansão da sua unidade de produtos de cuidado pessoal na Europa. A empresa canadiana anunciou que vai adquirir a empresa espanhola Laboratorios Indas, uma das empresas líder no segmento de produtos para incontinência, pelo valor de 285 milhões de euros.
Já foi assinado o acordo definitivo, mas a transacção está sujeita à aprovação das autoridades competentes. A empresa espanhola encontra-se com uma dívida de 140 milhões de euros. A empresa espanhola tem ainda outros produtos para higiene e medicina, produzidos numa fábrica em Toledo, perto de Madrid, que emprega 283 funcionários, assim como uma unidade de produção em Casablanca, Marrocos, para fabricar produtos para higiene infantil e que emprega 35 funcionários.

Sappi e KAPAG anunciam parceria em França

A Sappi Fine Paper Europa e a Carton Swiss + Papier AG (KAPAG) uniram forças para lançar as marcas Algro Design da Sappi e Algro Duo da KAPAG no mercado de embalagens francês. O objectivo desta colaboração é aproveitar o poder e a experiência de ambas as empresas , permitindo-lhes aumentar o portfólio de produtos e os níveis de serviço em França, na impressão premium e sectores de embalagens.

SAP Kapag Sappi


" Estamos muito animados para trazer esta mensagem aos proprietários de marcas, designers, agências, gráficas, conversores e empresas de acabamentos", diz Lars Scheidweiler , Sappi Product Group Manager Rigid Packaging . "Ao ampliar a impressão e da cadeia de fornecimento de embalagens com o Algro Design e Algro Duo vamos aumentar a consciência das haver mais oportunidades para usar esses materiais de alta qualidade para resultados ainda melhores ".

"Os clientes confiam em nós para dar o melhor conselho e acreditamos no desempenho de Algro Duo ", diz Alexander Meyer , proprietário da KAPAG. "Estamos a notar um aumento da demanda de procura para um produto premium que está disponível em gramagens das mais baixas às mais altas. O Algro Design é reconhecido como um dos melhores nesses segmentos de produto. "

A França é um dos mercados mais importantes e sofisticados no que concerne à comercialização de cosméticos e perfumaria.

Fábrica da Altri passa a produzir pasta solúvel

paulo fernandes altriO grupo Altri assinou contratos de investimento no valor de 65 milhões de euros com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. Parte desse valor vai ser aplicado na reconversão da fábrica de constância que vai passar a produzir pasta solúvel para ser aplicada nas insústrias agro-alimentar e electrónica na China.

A fábrica está agora em fase de testes para atingir o grau de pureza e requisitos do novo produto, mas isso não vai afectar o fabrico da pasta de papel até à altura em que começar a nova produção.
A produção de pasta solúvel será uma realidade já a partir de 2015. Segundo Paulo Fernandes, presidente do grupo Altri, mais de 95% da produção global da Altri é destinada à Europa e à China e apelou a que se utilizem os recursos do próximo Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 para a reflorestação do país.

Altri aumenta vendas em 9%

Altri logoAs receitas totais da Altri, dos primeiros nove meses de 2013, ascenderam a cerca de 440 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 9% face às receitas totais registadas no período homólogo de 2012. Durante o período em causa, a Altri produziu cerca de 725 mil toneladas de pasta, o que corresponde a um crescimento de cerca de 7% em relação às 675 mil toneladas de pasta produzidas entre Janeiro e Setembro de 2012.

Em termos de vendas, durante o período em análise, foi, uma vez mais, vendido um volume que ascendeu a cerca de 736 mil toneladas de pasta, mais 6% do que as vendas de pasta realizadas no período homólogo de 2012. Por seu turno, em termos monetários, as vendas de pasta de papel ascenderam a cerca de 366 milhões de euros, representando cerca de 83% das receitas totais da Altri.

Nos primeiros nove meses de 2013, a altri exportou cerca de 692,3 mil toneladas de pasta, o que se traduziu em 94% das vendas de pasta da empresa. O montante destas exportações atingiu os 345,5 milhões de euros.

Os custos totais, excluindo amortizações, financeiros e impostos, ascenderam a cerca de 328 milhões de euros, um montante cerca de 11% superior ao registado nos primeiros nove meses de 2012.

O ebitda obtido nos primeiros nove meses de 2013 atingiu cerca de 112 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 4,5% face ao ebitda de 106,8 milhões de euros registados em igual período de 2012. A margem ebitda atingiu os 25,4%. O resultado operacional (ebit) foi de cerca de 72 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de cerca de 3,2% face ao ebit do período homólogo de 2012, tendo a sua margem sido de 16,4%. O lucro líquido da altri atingiu cerca de 43,1 milhões de euros, um crescimento de 8,7% relativamente ao lucro registado no mesmo período de 2012.

ELLE MAN escolhe Uno Bright Gloss

thumb elle manOutubro de 2013 marcou a primeira edição da revista ELLE MAN, que fez a estreia em França. É uma nova revista bimensal que vai contra com secções dedicadas ao estilo, cultura e sociedade. O papel escolhido pela revista foi o Uno Bright Gloss de 80g/m2, numa tiragem de 150 mil cópias com 196 páginas cada.
A editora escolheu o papel do Burgo Group por querer um papel “de qualidade, modern, agradável ao toque e com uma superfície suave que facilita a leitura”. Este papel tem certificação FSC e está disponível em gramagens entre as 65 e as 115g/m2.

Arjowiggins vende Casting Papers à Favini

castingA Arjowiggins assinou um acordo com o grupo italiano Favini para a venda do negócio Casting Papers incluindo o equipamento de acabamento por um total de 26.5 milhões de euros.
A transacção também envolve um acordo de exclusividade em que a Arjowiggins Creative Papers vai fornecer papel por um período mínimo de cinco anos. A transacção deve ser concluída em Dezembro.
O negócio da Casting é parte integrante da divisão de papel da Arjowiggins Creative Papers, gera vendas anuais de 33 milhões de euros e emprega 15 funcionários. Os produtos Casting são produzidos na fábrica de Stoneywood, no Reino Unido e são utilizados para a produção de pele sintética nas indústrias automóvel, de moda e de mobiliário.

A venda é consistente com a estratégia consolidação da indústria de papel e as receitas provenientes vão ajudar a reduzir a dívida do Grupo de Sequana.

Comentando sobre a venda, Pascal Lebard, CEO da Sequana e presidente da Arjowiggins, disse: "O papel Casting é um sector em que o tamanho é a chave. Ao vender esse negócio à Favini, estamos a permitir que se desenvolva e cresça como parte de um grupo que vai ser um jogador de liderança neste mercado. Além disso, o acordo exclusivo para fornecer papel base e papel revestido permitirá continuar aproveitando a experiência técnica e industrial das nossas equipas ".