Login

Portucel Soporcel distinguida com Troféu de Exportação

Ler mais...O grupo Portucel Soporcel foi distinguido, nos Troféus Luso-Franceses, com o prémio “Troféu de Exportação Português”, na categoria de “Grandes Empresas”, que distingue uma empresa portuguesa pela qualidade dos seus resultados na exportação para França.
Esta distinção vem reconhecer o desempenho do grupo Portucel Soporcel e o seu papel estruturante para a economia nacional, bem como a posição de relevo que detém no mercado internacional de papel e de pasta de celulose. Encontra-se entre as três maiores empresas exportadoras do País, sendo possivelmente a que gera maior Valor Acrescentado Nacional, na medida em que os seus produtos são obtidos, maioritariamente, a partir de matérias-primas e recursos nacionais.
Em 2011, as exportações totalizaram mais de 1,2 biliões de euros, representando cerca de 3% das exportações portuguesas de bens, números que reflectem a importância do Grupo que exporta para 120 países nos cinco continentes. As suas exportações aumentaram em 7% face ao ano anterior e 95% das suas vendas de pasta de celulose e papel foram realizadas no exterior. No primeiro semestre de 2012, e apesar do difícil contexto económico, o volume de negócios do Grupo voltou a crescer, com as exportações a atingir os 618 milhões de euros, contribuindo fortemente para o equilíbrio da balança comercial portuguesa.
Numa iniciativa organizada pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa (CCILF), os prémios foram entregues numa cerimónia que decorreu em Lisboa e contou com a presença de Miguel Guedes em representação do Ministro de Estado e Ministro dos Negócios Estrangeiros, Vital Morgado da AICEP, Helena Duarte do IPAMEI e Pascal Teixeira da Silva, Embaixador de França em Portugal. Os Troféus Luso-Franceses foram criados com o objectivo de incentivar as trocas comerciais entre Portugal e França, distinguindo o esforço e o sucesso obtidos pelas empresas no desenvolvimento de estratégias e investimentos em ambos os mercados.

Fábricas Europac obtêm certificado FSC

Ler mais...As quatro fábricas de papel reciclado do Grupo Europac (Papeles y Cartones de Europa, SA) em Viana do Castelo, Rouen (França) e em Dueñas e Alcolea de Cinca (Espanha) estão todas certificadas pelo FSC (Forest Stewardship Council), uma entidade independente que tem por objectivo promover uma gestão ambiental sustentável e responsável de um ponto de vista empresarial, industrial e social.

Depois de ter obtido esta certificação nas suas fábricas de Portugal e França, o Grupo Europac conseguiu agora certificar as suas duas fábricas espanholas.

Esta certificação garante a origem sustentável das matérias-primas, proíbe a utilização de determinados produtos químicos e atesta o respeito dos direitos dos povos indígenas e dos trabalhadores. Conta ainda com o apoio das principais ONGAS e ONG de todo o mundo e representa o reconhecimento público e independente da gestão sustentável dos centros de produção.

Para além de melhorar a imagem do papel como produto renovável, reciclável e biodegradável, é importante destacar que a certificação é sinónimo de qualidade, tanto na gestão como nos próprios processos e produtos.

As certificações FSC são um factor de decisão cada vez mais importante e de procura crescente nos mercados, especialmente no caso das multinacionais que já estão certificadas e requerem aos seus fornecedores o cumprimento de determinados requisitos ambientais. O que hoje é uma procura de mercado, em pouco tempo será uma exigência para qualquer empresa do sector que queira vender os seus produtos no mercado europeu.

O Grupo Europac está presente em Portugal na produção de papel, cartão e embalagem, energia e reciclagem. No ano passado, as unidades em Portugal foram responsáveis por vendas agregadas de 424 milhões de euros, ou seja, 45% das vendas por origem de todo o Grupo. A fábrica de Viana do Castelo é a maior do Grupo em Portugal e exporta 90% da sua produção, fazendo do Grupo Europac um dos principais exportadores nacionais.

“Portugal, o teu olhar” de 8 a 21 de Outubro

Ler mais...A exposição “Portugal, o teu olhar”, que decorre o entre 8 e 21 de Outubro, na estação de metro Baixa - Chiado PT-Bluestation, reúne os melhores trabalhos fotográficos seleccionados entre as mais de 30 000 imagens recebidas durante o concurso organizado pelo canal Odisseia. Este projecto desenvolvido em parceria com o MEO, inclui ainda 15 fotografias da autoria de diversas personalidades portuguesas que contribuíram para enriquecer a iniciativa ao partilharem o seu olhar sobre o país. 
 
O Santuário Nacional de Cristo Rei, o Cais das Colunas, o Padrão dos Descobrimentos, o Douro vinhateiro, as romarias e festas populares ou a atividade piscatória, são alguns dos temas retratados nestas 15 fotografias, entre as quais se encontra o olhar da cantora Carminho com a fotografia intitulada “Regresso”, a estilista Ana Salazar com o seu trabalho “Portugal Visionário” ou o chef Henrique Sá Pessoa que apresenta a sua perspectiva fotográfica da “Lota de Matosinhos, os Nossos Pescadores”. 
 
Manuel Marques, Adelaide de Sousa, Pedro Couceiro, Rita Fernandes, Fernando Hipólito e Elsa Matias, Alexandra Borges, Rita Sousa Tavares, Alexandra Leite, António Homem Cardoso, Júlia Bélard, Rita Ferro e Alexandre Silva compõem o restante leque de famosos que aceitaram o desafio proposto pelo canal.
 
“Estamos muito satisfeitos com a enorme adesão que o concurso conquistou e com a participação generosa das 15 figuras públicas que, através da sua fotografia, contribuíram para enriquecer esta iniciativa. As mais de 30 mil participações superaram largamente as nossas expectativas, o que para nós é revelador do sucesso deste projeto que pretendia dar a conhecer a visão dos portugueses sobre o seu próprio país, aproximando ao mesmo tempo, o canal Odisseia, único canal de documentários 100% português, da audiência nacional”, declarou Roberto Blatt, diretor do canal Odisseia.
 
Durante o concurso, que decorreu entre 14 de Junho e 5 de Agosto, o canal Odisseia desafiou os portugueses a revelarem a sua visão sobre o que distingue e identifica Portugal através das diferentes plataformas: facebook, instagram e e-mail, premiando diariamente a fotografia mais original com uma câmara lomográfica, de edição especial odisseia. 
 
A iniciativa culminou com a divulgação da fotografia vencedora, da autoria de Paulo Sousa, intitulada “Em Lembrança de uma Revolução”, a quem foram entregues os 3 mil euros de prémio final. 

OKI já imprime a branco

Ler mais...A OKI acaba de apresentar as primeiras impressoras LED com toner branco, que vêm alargar os horizontes da criatividade e do design, permitindo a impressão em suportes de qualquer cor, incluindo transparências.
Com as impressoras C711WT e C920WT da OKI, as empresas passam a dispor de uma maior flexibilidade nos seus processos criativos. Ao associar a impressão a cores LED (de A4 a A3+ de alta definição) à tecnologia de toner branco, a gama WT da OKI permite imprimir in-house numa enorme variedade de suportes e aplicações, que anteriormente exigiam técnicas de revisão ou impressão em gráficas.
“Até agora, para se alcançarem resultados gráficos de elevada qualidade, seriam aconselháveis processos de impressão com telas ou jato de tinta, lentos e dispendiosos, muito susceptíveis ao erro humano e potenciadores do desperdício. A partir deste momento, com a gama de impressoras WT da OKI, estes problemas ficam ultrapassados, pois estes novos modelos, além de versáteis e fáceis de utilizar, não obrigam a um processo de secagem dos materiais, aceleram os processos de impressão e representam custos incomparavelmente inferiores às alternativas disponíveis” – explica Carla Andrade, Product Marketing Manager da OKI Systems Portugal.
A impressora A4 C711WT disponibiliza impressão a quatro cores (CMY+branco), a 8 páginas por minuto (ppm) em modo de transparência e 34 ppm com papel normal. Por seu turno, o modelo A4/A3 C920WT foi concebido a pensar num volume de trabalho mais elevado, debitando entre 10 e 31 ppm A4, em transparências e papel comum, respectivamente. Estes novos equipamentos permitem utilizar diferentes tipos e formatos de papel, facultando um resultado final de elevada qualidade e resistência, menos susceptível de deterioração em comparação com as alternativas a jato de tinta. Para além das aplicações em trabalhos gráficos avançados, apresentam igualmente vantagens em utilizações mais lúdicas ou utilitárias, tais como a impressão de imagens para tecido, cerâmica, plástico transparente, letreiros, ou em autocolantes para vidro.

AccuCam a ser apresentada na IFRA 2012

Ler mais...A QuadTech vai apresentar inovações em controle de cores e inspeção de bobinas na World Publishing / IFRA 2012 Expo em Frankfurt, de 29 a 31 de Outubro. O Sistema de Controle de Cor e o Sistema de Inspeção de Bobinas com AccuCam aprimorado com controle de água está a definir padrões de qualidade e produtividade nas principais operações de impressão de jornais em todo o mundo, incluindo o Newsprinters Knowsley (RU), Sankei Shimbun Printing Co. (Osaka, Japão), Herold Druck und Verlag AG (Viena, Áustria), e o The Chicago Tribune (Chicago, EUA), divulga a QuadTech.
Além de possuir um avançado controle de cores baseado em imagens, o sistema também fornece avisos das falhas comuns de impressão como velatura, vinco, chapas transpostas e rachas nas chapas. A inspeção avançada de bobinas do sistema normalmente detecta defeitos dentro das primeiras 170 cópias e continuamente em toda a tiragem de impressão.
Com a eliminação da necessidade de barras cinzas e barras coloridas, o AccuCam usa arquivos de imagem de pré-impressão para criar valores-alvo de L*a*b*. O sensor espectral de seis canais mede a bobina impressa e calcula os valores L*a*b* da imagem inteira. Em seguida, traz a imagem impressa até os valores-alvo L*a*b* especificados e mantém automaticamente os valores das cores ao longo de toda a tiragem de produção.
O Sistema de Orientação de Registro da QuadTech com MultiCam é um sistema de controle de cores de registro de circuito fechado de cor a cor desenvolvido para funcionar na plataforma integrada ICON™ com outros produtos da QuadTech, como o Sistema de Controle de Fitas com MultiCam®. A característica única do design do MultiCam é que ele pode procurar em todo o tamanho da repetição da bobina, identificando marcas pequenas como 0,36 mm (0,014 pol). Ele pode facilmente processar o grande volume de dados gerados pela pesquisa de marcas de registro em páginas de jornal repletas de textos, usando um hardware exclusivo baseado em FPGA. Os sistemas MultiCam fazem ajustes com velocidades de impressão de até 17,8 metros por segundo.
O Sistema de Orientação de Registro da QuadTech também inclui um recurso de controle de fan-out opcional. O sistema captura mesmo a menor mudança na posição de registro lateral e imediatamente faz as correções automáticas por meio de uma interface com os dispositivos bustle.
Os controles de impressão da QuadTech podem então ser vinculados à plataforma integrada ICON, que fornece controle de impressão em tempo real a partir de um único ponto. Os Relatórios Data Central®, vinculados ao sistema de TI da impressora, geram e armazenam dados de desempenho de impressão, otimizando o controle de qualidade para os operadores, que podem então comparar a produtividade e tomar decisões estratégicas de acordo com execuções anteriores e atuais.

Sistrade vai estar na Feira Druck + Form 2012

Ler mais...A Feira Druck + Form 2012, Feira Internacional da Indústria Gráfica, vai poder contar com a presença da Sistrade, empresa de engenharia e consultoria de Sistemas e Informação para mercados verticalizados como a indústria de impressão e embalagens. O certame terá lugar em Sinsheim, na Alemanha, nos dias 10 a 13 de Outubro. Esta presença surge no seguimento do reforço da estratégia de solidificação da empresa no mercado alemão. É expectável um elevado número de participantes do sector das Etiquetas e Embalagens e a marca vai apresentar como temas o ERP / MIS para impressão comercial, impressão digital, cartão dobrável, impressão de etiquetas e embalagens flexíveis; a eficiência no processamento das encomendas; a transparência na produção e gestão de materiais; as informações em tempo real da produção usando JDF e controlo industrial; a gestão e controlo da qualidade de seus processos e o planeamento Multi-utilizador e programação da produção.

Website da 123RF agora em português

Ler mais...A Digivisão - Fotografia Digital Lda, um dos parceiros do portal Casa da Imagem , anunciou hoje o lançamento do website (www.123rf.com/pt) da sua representada 123RF agora totalmente em língua portuguesa. Para celebrar o facto foi também anunciada a campanha "fabuloso10" para vigorar durante o mês de Outubro, que garante 10% de desconto na compra de qualquer pacote de assinaturas ou 10% de créditos adicionais na compra de créditos.

A 123RF propõe um acervo actual de 15.489.482 imagens que podem ser obtidas através do sistema de créditos (por menos de 0,68 euros por crédito) ou de pacotes de assinaturas (por menos de 0,21 euros por imagem). Este arquivo disponibiliza as imagens mais recentes e incríveis para projectos criativos. Através de uma assinatura única, os clientes têm acesso a uma ampla variedade de imagens em alta resolução. Outra alternativa oferecida é a compra de créditos para descarregar imagens individuais, também a um preço bastante acessível. O arquivo aposta em oferecer uma experiência concreta aos seus clientes e proporciona-lhes imagens grátis.
A CasadaImagem constitui um consórcio entre as empresas AEI-Agência Europeia de Imprensa; CVL-Comunicação Visual; DIGIvisão-Fotografia Digital; Fototeca Internacional e Companhia Portuguesa de Fotografia (Masterfile Portugal). Com um histórico de mais de 20 anos no mercado Português estas empresas em conjunto representam algumas das melhores produtoras de imagens de direitos controlados e “royalty-free” de todo o Mundo, num universo de mais de 5 milhões de imagens e também a representação directa de mais de 30 fotógrafos nacionais e internacionais.

IcePac é finalista dos Pulp & Paper International Awards 2012

Ler mais...A caixa IcePac, fruto do trabalho conjunto da Europac Embalagem Guilhabreu e a UNICER, está como finalista na categoria “Avanços na Inovação da Embalagem Sustentável”’ dos Pulp & Paper International Awards 2012, os prémios internacionais mais relevantes da indústria do papel e do cartão para embalagem. A IcePac é uma caixa de cartão que resiste à humidade e contém uma bolsa para gelo que possibilita arrefecer bebidas e conservá-las à temperatura ideal de consumo mais de três horas, sem necessidade de utilizar electricidade. Tiago Domingues, country manager da Divisão de cartão da Europac em Portugal, avança que que “a nomeação já é um grande feito porque representa o reconhecimento da inovação em mercados aparentemente maduros, mas em que na verdade ainda temos muita margem para inovar como especialistas em embalagens”. A oficina técnica da fábrica de papel kraftliner de Viana do Castelo também esteve envolvida no projecto com o desenvolvimento de um papel que cumprisse com as características de impermeabilização e resistência à humidade necessárias. Os vencedores do prémio vão ser conhecidos em Novembro em Bruxelas.

Ricoh lança quatro multifunções

Ler mais...A Ricoh Portugal acaba de lançar quatro novos multifunções da linha Aficio. Nas versões MP 301SP / MP 301SPF a preto e branco e MP C305SP / MP C305SPF a cores, estes multifunções de secretária oferecem funções de impressão, cópia e digitalização avançadas.
“Com mais estes quatro novos equipamentos do segmento compacto em formato A4, a Ricoh continua a sua aposta em reforçar a sua liderança de mercado na Europa. Com um painel táctil de 4,3 polegadas, que pode ser inclinado para fácil utilização, também é possível personalizar o ecrã com o logotipo da empresa ou funções à medida de cada utilizador. Com capacidades de trabalho a preto ou a cores, a Ricoh dá seguimento à tendência de mercado de maior uso de equipamentos compactos e mais económicos.” afirma Jorge Silva, Director de Marketing da Ricoh Portugal.
Os Aficio MP 301SP, MP 301SPF, MP C305SP e MP C305SPF fornecem uma velocidade contínua de 30 páginas por minuto a cores ou P&B, após um período de aquecimento de apenas 30 segundos. As bandejas de papel adicional fazem com que não sejam necessários reabastecimentos frequentes e os equipamentos a cores (MP C305SP / MP C305SPF) têm uma bandeja de separação de trabalhos – usada para separar documentos importantes, como faxes recebidos, dos restantes documentos impressos. Adicionalmente, os quatro equipamentos imprimem numa ampla variedade de formatos (A4, A5, A6, B5, B6, Letter e Executive) em papel normal, especial e reciclado até 157 g/m2 (até 220 g/m² nos MP C305SP / MP C305SPF). Cartolina, envelopes e acetatos também são suportados.
As capacidades de digitalização incluem digitalização a cores, scan-to-email, scan-to-folder e scan-to-USB. A função de redução/ampliação adapta-se ao formato de papel, enquanto a funcionalidade avançada de digitalização em lote permite digitalizar apenas o lado impresso de originais mistos de um lado e dois lados.
As funções de segurança standard incluem impressão bloqueada e impressão retida, que exigem confirmação por parte do utilizador para que as impressões sejam desbloqueadas no equipamento. Para uma segurança adicional, estão também disponíveis, marca de água incorporada, autenticação LDAP, bem como as opções de Data Overwrite Security Unit e kit de encriptação do disco rígido. De forma a reduzir o número de impressões/cópias, é possível definir limites de quantidade para cada utilizador individual ou grupo.
A nova controladora Ricoh GWNX de elevado desempenho, permite a configuração das definições do equipamento e permite a monitorização do estado e a criação de relatórios de utilização.
Estes novos equipamentos são ambientalmente responsáveis e possuem funções economizadoras como modo de suspensão, impressão em duplex e fax sem papel (MP 301SP/MP 301SPF). Estes multifunções possuem o novo sistema de fusão Quick Start Up (QSU) da Ricoh, que ajuda a reduzir o consumo de electricidade e encurta tanto o tempo de recuperação do modo poupança de energia.

Portugueses eleitos Embaixadores Canon

Ler mais...A Canon anunciou a expansão do seu programa de Embaixadores com a criação do novo nível 'Exploradores', que vai incluir fotógrafos europeus de topo que partilham a sua paixão pelo poder da fotografia e a utilização de equipamentos Canon. Portugal está representado no Programa de Embaixadores da Canon por dois reconhecidos fotógrafos: Joel Santos e Fernando Guerra. Os primeiros 17 Exploradores a ingressarem no Programa de Embaixadores da Canon foram cuidadosamente selecionados, por representantes da empresa em toda a Europa, e dedicam-se a uma variedade de géneros fotográficos e de vídeo, incluindo vida selvagem, desporto, moda, fotojornalismo, viagens, retratos e casamentos.
Inquirido quanto à importância de ser um dos embaixadores deste programa, Joel Santos disse que: “A fotografia é a minha maior paixão e eu gosto de expressá-la através de momentos de luz únicos, retratando paisagens, pessoas e modos de vida singulares, provenientes dos cantos mais longínquos do nosso planeta. E, para o conseguir, tenho usado câmaras Canon desde o primeiro dia. Assim, fazer parte do Canon Ambassador Programme e ser nomeado Canon Explorer deixa-me naturalmente honrado, designadamente por ter sido integrado num grupo de fotógrafos de grande talento e por me permitir partilhar imagens, palavras e emoções com outras pessoas apaixonadas por fotografia em todo o mundo. Esta nomeação eleva a minha fasquia pessoal e profissional, pelo que irei levar o meu equipamento até novos limites para conseguir registar imagens entusiasmantes, contando histórias visuais que ultrapassem a nossa imaginação e os nossos sentidos. Com a Canon, eu sei que eu posso”.
Por sua vez, Fernando Guerra afirmou que: ”A Canon tem estado presente nestes meus 27 anos de fotografias. Comecei com uma T90 em 1986 com 16 anos e um ano depois comprei a minha primeira EOS, uma 620. Foram as primeiras ferramentas de aprendizagem, mas acima de tudo, companheiras de um hobby que mais tarde acabaria por ser a minha vida quando juntei à profissão de arquiteto o olhar de fotógrafo. Ser nomeado Explorer da Canon e passar a pertencer a um grupo tão reduzido de fotógrafos de referência dá-me um orgulho muito especial e ajuda-me no trabalho de comunicar o que melhor se faz em arquitetura em Portugal e no mundo.

Os primeiros exploradores a aderir ao Programa de Embaixadores da Canon são:
• Fotógrafo de vida selvagem e cineasta, Charlie Hamilton James (Reino Unido).
• Fotojornalista e documentarista, Ulla Lohmann (Alemanha).
• Fotógrafo de Natureza, Martin Eisenhawer (Alemanha / Suíça).
• Fotógrafo de Viagens e Documentário, Johnny Haglund (Noruega).
• Reconhecido fotógrafo de casamento, Flávio Bandiera (Itália).
• Fotojornalista premiada de Jornal Aftonbladet, Magnus Wennman (Suécia).
• Fotógrafo especialista em arquitetura, Fernando Guerra (Portugal).
• Fotógrafo de Vida Selvagem, Danny Green (Reino Unido).
• Fotojornalista e cineasta, Ilvy Njiokiktjien (Holanda).
• Fotógrafo premiado de paisagem e viagens, David Noton (Reino Unido).
• Fotógrafo de Retrato, Laerke Posselt (Dinamarca).
• Fotógrafo de Viagens e Paisagem, Joel Santos (Portugal).
• Fotógrafo Chefe de Desporto do jornal The Times, Marc Aspland (Reino Unido).
• Fotógrafo de Moda e Publicidade, Quentin Caffier (França).
• Fotógrafo de Desporto, Ángel Martínez (Espanha).
• Fotógrafo de Moda, Beleza e Retrato e cineasta, Clive Booth (Reino Unido).
• Fotógrafa de Paisagem, Viagens e Retrato, Alessandra Meniconzi (Suíça).
Ler mais...O Programa de Embaixadores é inspirado no projecto 'Explorers of Light' que a Canon EUA tem vindo a levar a cabo com muito sucesso desde 1996. O Programa Embaixadores da Canon Europa foi lançado em junho de 2008 e abrange fotógrafos profissionais de classe mundial de diversas áreas da fotografia - incluindo notícias, desporto, natureza, moda, publicidade e retrato - e de todos os cantos do mundo. Nos últimos quatro anos, estes profissionais partilharam os seus conhecimentos em formações, seminários e em alguns dos certames de fotografia mais importantes, incluindo o Visa Pour l'Image e a Photokina, inspirando fotógrafos de todos os níveis de conhecimento.
Kieran Magee, Director de Marketing de Imagem profissional, da Canon Europa, explicou: "O Programa de Embaixadores Canon fortalece a relação entre a marca e os fotógrafos profissionais, homenageia o talento dos fotógrafos mais importantes do mundo e envolve-os com a comunidade fotográfica. Os fotógrafos inspiram-se uns com os outros e o seu trabalho invoca criatividade futura. O Programa Embaixadores é uma plataforma realmente emocionante para aproximar a indústria fotográfica e permitir partilhar conhecimento".
O Programa Embaixadores está programado futuros alargamentos, com a integração de fotógrafos de topo de todo o mundo que utilizem equipamentos Canon no seu dia-a-dia, unindo-os na partilha da sua paixão pela fotografia e dos seus conhecimentos técnicos.
Num futuro próximo, um terceiro nível de fotógrafos será adicionado ao Programa de Embaixadores com a introdução dos Canon 'Masters'. A adição dos "masters" vai abrir ainda mais o programa de Embaixadores à comunidade fotográfica, incorporando fotógrafos profissionais influenciadores da indústria fotográfica, bem como fotógrafos de topo de renome internacional, que irão facultar as suas opiniões para o Programa de Embaixadores.