Log in

Sappi expande oferta de papéis especiais

Para os vizinhos da fábrica Alfeld, da Sappi, ver como um dos maiores guindastes na Europa subiu um cilindro de 138 toneladas e 6,5 metros de diâmetro, foi um grande evento. Para Stefan Karrer , gerente de fábrica, marcou o início de uma das fases mais importantes do projeto de investimento de 61 milhões de euros para transformar a máquina de papel PM2 num dos maiores equipamentos para fabricar papel especial.

Sappi PM2 A final
Sappi PM2 A final

Sappi PM2 A final

O projecto de reforma da PM2 envolve reduzir, por ano, 150 mil toneladas de capacidade de produção de papel estucado sem pasta de madeira e aumentar a produção de papéis especiais para embalagens em 135 mil toneladas por ano. Antes desta transformação , a produção era dividida em 45% de papéis para impressão e de 55% de papéis especiais . O objectivo é que seja uma produção a 100% de papeis especiais.

 

"Este é o maior investimento feito em Alfeld nos últimos vinte anos", diz Stefan Karrer . "É um projecto ambicioso . Estamos a transformar a gama e o volume de produtos que podem ser fabricados numa papeleira com uma longa tradição. 61 milhões de € é um investimento muito grande . Mas analisámos minuciosamente o projecto e pensámos muito para que cada euros seja bem investido". Stefan Karrer diz que "a procura deste tipo de papel (genérico para impressão) tem baixado consideravelmente… 6% nos últimos anos. No entanto, as previsões de procura de papéis para embalagens mostram um crescimento de 3%."

A fábrica fundada em 1706 juntou-se à Sappi em 1992. Para além das suas cinco máquinas de papel, conta com instalações integradas de produção de pasta que utilizam madeira com origem local. A fábrica, com certificado pela OHSAS 18001 , ISO 14001, EMAS , ISO 9001, ISO 50001 e DIN EN 15593 , produz pasta química branqueada produzida inteiramente sem cloro para as suas próprias necessidades. A sua capacidade de produção atual de papéis revestidos sem pasta de madeira e papel especial estucado e não estucado é de 330 mil toneladas por ano.