Log in

Portucel Soporcel distingue projecto de gestão sustentável

medronhoA Universidade de Coimbra (UC) acaba de atribuir o Prémio Grupo Portucel Soporcel ao projecto MedroJelly4Diet pelo trabalho desenvolvido na área da "Gestão Sustentável da Floresta”. Esta distinção foi entregue no âmbito da quinta edição do Concurso Arrisca C´2012 de Ideias, Planos de Negócio e Provas de Conceito.

O MedroJelly4Diet, desenvolvido por três docentes e dois estudantes da Escola Superior Agrária de Coimbra, visa a produção e comercialização de doces, compotas e geleias de medronho, com baixo valor calórico. A formulação dos produtos inova pela combinação da actividade antioxidante do medronho com o baixo valor calórico potenciado pela introdução de um edulcorante natural. Esta nova fórmula vem colmatar uma falha de mercado no que respeita à oferta deste tipo de produtos para consumidores diabéticos e/ou com problemas de excesso de peso.

O grupo Portucel Soporcel considera que esta iniciativa, com valências verdadeiramente sustentáveis, tanto nas vertentes económica e ambiental, como na vertente social, poderá prestar um valioso serviço aos produtores florestais, gerando um negócio economicamente viável e promovendo a gestão florestal sustentável.

De acordo com a apreciação do grupo Portucel Soporcel, este projecto tem viabilidade económica, uma vez que há disponibilidade de matéria-prima, de mercado e de conhecimentos para desenvolver o produto. A sua concretização será um estímulo ao melhoramento genético e à plantação e exploração desta espécie autóctone e contribuirá para o aumento da biodiversidade dos espaços florestais onde o medronheiro se insira, sem penalização da respectiva rendibilidade.

O elevado Valor Acrescentado Nacional do produto pode contribuir para que este tipo de transformação silvo-industrial seja uma fonte de maiores rendimentos para muitos produtores florestais privados.

O resultado combinado destes aspectos positivos estimulará o empreendedorismo e terá um efeito positivo na empregabilidade no interior do País. Para além deste importante facto, vai também potenciar o interesse pela utilização do medronheiro, criando condições para o crescente e necessário reconhecimento internacional deste sub-sector da floresta portuguesa e o subsequente alargamento do respectivo mercado.

O projecto MedroJelly4Diet recebeu também o prémio do Instituto Politécnico de Coimbra e da Associação Comercial e Industrial do Vale de Cambra nesta edição do Arrisca C. Para além destes incentivos atribuídos para o arranque do projecto, há interesse dos investigadores em expandi-lo através de parcerias de médio e longo prazo com a Produção Florestal.

Nesse quadro, o grupo Portucel Soporcel decidiu atribuir, pela segunda vez, em 2012, o prémio “Gestão Florestal Sustentável” no valor de €2.000,00 e integrou, pela primeira vez, o júri do ARRISCA. C. Na qualidade de membro do júri, o Grupo avaliou 114 projectos candidatos à secção “Ideias de Negócio” e, em conjunto com os restantes membros, seleccionaram 36 projectos que passaram à segunda fase do concurso. Desses finalistas, 11 eram potenciais candidatos ao Prémio Grupo Portucel Soporcel.