Login

Retalhista de moda britânico avança para o GreenPE

Cana de acucar
 
À medida que a União Europeia aperta o cerco à utilização de plástico em indústrias como o retalho e o mercado alimentar, as grandes cadeias procuram formas de se tornarem mais sustentáveis.
É o caso da britânica Pink Boutique, retalhista de moda, que se compromete com a utilização de sacos de compras de plástico produzido a partir do bio polímero da cana de açúcar.
 
No Reino Unido, esses sacos de compras, conhecidos como GreenPE, são produzidos em exclusivo pela empresa Duo UK e apresentam-se muito semelhantes ao plástico comum. Além de ser um recurso renovável, a cana de açúcar captura e armazena CO2 da atmosfera.

Anthony Brimelow, diretor comercial da Duo UK, comenta: "O uso do GreenPE evita a necessidade de utilizar plástico produzido a partir de combustíveis fósseis finitos que, como sabemos, é uma fonte limitada. Além disso, à medida que a cana de açúcar cresce, captura e armazena CO2 da atmosfera, ajudando a reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Este novo material tem o potencial de ter um efeito significativamente positivo na indústria de embalagens, tanto do ponto de vista da sustentabilidade quanto da emissão de CO2. É hora de reeducar os retalhistas e consumidores sobre os fatos encorajadores em torno do plástico, não apenas acerca de alternativas sustentáveis".
 
Em 2018, espera-se que sejam expedidos 412 000 000 sacos a partir do Reino Unido. Se estes fossem feitos de GreenPE em vez de polietileno virgem, seriam economizadas 46 276 toneladas de CO2, o equivalente ao percurso de um carro por mais de 392 milhões de Km ou um avião a voar 10 000 vezes à volta do mundo.