Log in

Futuro das florestas portuguesas em debate

florestas verdesO representante nacional do FSC® (Forest Stewardship Council®) – entidade internacional não governamental e sem fins lucrativos que visa a promoção da gestão responsável das florestas mundiais – organizou com o apoio da Tetra Pak, no Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa, o seu terceiro fórum nacional.
O evento contou com a presença de representantes internacionais do FSC e com a presença de representantes de várias marcas de grande consumo que debateram em palco as vantagens de associarem a marca FSC aos seus produtos, comprovando junto dos consumidores o uso de matéria-prima proveniente de florestas geridas de forma responsável.
Durante o fórum, os convidados debateram a importância de Portugal assegurar que as suas áreas florestais são certificadas, pois só cumprindo os requisitos da gestão florestal responsável é possível assegurar que são adoptadas e cumpridas as melhores práticas ao longo de toda a cadeia de valor do ciclo de exploração da floresta.
O responsável do FSC em Portugal, Nuno Calado, congratulou-se por cada vez mais empresas portuguesas ostentarem a marca FSC nos produtos finais que fazem chegar até aos consumidores, o que funciona como garantia de que, no momento da compra, o consumidor pode ter a certeza que a empresa fabricante respeitou as melhores práticas na sua relação com a floresta. “A marca FSC garante que é possível fazer a rastreabilidade total dos produtos, ou seja, seguir o seu percurso desde a forma como é obtida a matéria-prima, ao processo de produção, distribuição, transporte e comercialização”, explicou o mesmo responsável. "Desta forma, os consumidores podem escolher um produto que provém de uma gestão responsável, que assegura a conservação da natureza, as condições dos trabalhadores, a rentabilidade e a renovação da floresta", comentou Nuno Calado.