Log in

Novos empilhadores com baterias de iões de lítio

Linde Bateriais de Iões de Lítio
Linde Bateriais de Iões de Lítio

Linde Bateriais de Iões de Lítio
A partir de Setembro, a Linde vai disponibilizar novos empilhadores de interior com baterias de iões de lítio: os porta-paletes Linde T16-T20 com uma capacidade de carga entre 1,6 e 2 toneladas.

As baterias e os carregadores combinam-se num único sistema, cujos componentes se comunicam mediante CAN bus. A configuração permite tirar o máximo partido dos benefícios que esta nova tecnologia de baterias oferece. Por outro lado, permite grandes reduções de custos energéticos e aumenta os níveis de produtividade.

A diferença das baterias de chumbo e ácido (bastante limitadas para a utilização de empilhadores durante mais do que um turno e para as aplicações que requerem grandes quantidades de energia) em relação às baterias de iões de lítio reside na densidade energética por unidade de volume extremamente elevada destas últimas.

Com as baterias de iões de lítio é possível armazenar o dobro na energia útil no mesmo espaço, o que permite que o empilhador funcione durante dois turnos e não apenas num, desde que os operadores aproveitem as pausas para recarregar. Com este objetivo, as empresas que trabalham com empilhadores podem poupar parte do tempo usado e custos com a substituição de baterias, sem terem que se preocupar com reduções na vida útil das baterias mediante o processo de carga intermédio. É também possível poupar-se o equipamento da troca de baterias (por exemplo com mesas de troca com roletos). O mesmo se aplica também às salas de carga, que agora poderão ser utilizadas para outro fim.

As baterias de iões de lítio carregam-se muito rapidamente, e não requerem uma carga extra ou de equalização para a sua proteção, depois do processo de carga propriamente dito. Isto também poupa tempo e energia. Por último, mas não menos importante, os carregadores de baterias inteligentes que interagem entre si oferecendo novas oportunidades para administrar e otimizar existências de baterias, garantindo uma disponibilidade máxima ao mesmo tempo que reduzem custos energéticos e de manipulação.

O lançamento dos empilhadores de armazém com nova tecnologia de baterias será feito em duas fases. A primeira fase tem início com os porta-paletes Linde T16 a T20, equipados com baterias de 86Ah. Esta tensão está disponível durante todo o período de utilização, até a bateria estar praticamente descarregada. A bateria carrega-se em uma hora e meia, alcançando 60% da carga em apenas 30 minutos.

A segunda fase está prevista para os primeiros meses de 2015, quando serão colocados à venda outros empilhadores. Entre estes, irão incluir-se os porta paletes T16 a T20 com baterias de capacidade ampliada, os porta paletes T20 a T24 AP/SP com plataforma, os preparadores de pedidos de primeiro nível N20 e N20 HP, bem como os tratores Linde P30 C e P50 C. Todos estes veículos estarão equipados com baterias de 210 Ah ou 550 Ah, com uma capacidade nominal de 3,93kWh ou 10,50 kWh.

O sistema de gestão de baterias integrado assegura que a bateria de iões de lítio não sofre descargas profundas nem sobrecargas. Este sistema supervisiona o estado dos elementos da bateria de modo contínuo e protege-os de utilizações incorretas. O ecrã serve para mostrar ao condutor informações sobre o estado geral da bateria, o estado da carga da bateria e o tempo de carga restante. As baterias de iões de lítio também permitem um número de ciclos de carga no mínimo dez vezes superiores aos permitidos pelas baterias de chumbo e ácido durante a sua vida útil, e inclusivamente muito maior em função da sua utilização. Estas baterias também oferecem melhores prestações no que diz respeito à extração de energia: as baterias de iões de lítio podem descarregar-se até 95% sem que se produzam danos permanentes, enquanto nas baterias de chumbo e ácido este parâmetro é de apenas 80%. Outro dos benefícios das novas baterias, é que não requerem manutenção, inclusivamente no que respeita à emissão de gases e risco de derrame de ácido, já não se colocam.