Login

PDF Print Engine 5: Adobe promete melhor rendering da cor em digital ou convencional

Adobe PDF Print Engine 5
 
A Adobe anunciou a atualização do Adobe PDF Print Engine (APPE 5), que chega assim à versão 5. A tecnologia de renderização, que está no coração da pré-impressão numa indústria avaliada em 900 biliões de dólares, promete uma melhor performance para sistemas digitais ou convencionais.
 

Inovações contínuas nas tintas e nas cabeças de impressão criam oportunidades para a impressão em superfícies ou substratos. A Adobe afirma que o PDF Print Engine 5 vai maximizar o impacto da cor na próxima geração de impressoras têxteis, estações de impressão industrial e impressoras digitais para produção de etiquetas e embalagens.

Os designers continuam a dar suporte à criatividade com as funcionalidades mais recentes no Adobe Photoshop CC, no Illustrator CC e no InDesign CC, resultando em trabalhos graficamente ricos, cada vez mais complexos de imprimir.

O PDF Print Engine 5 é otimizado para renderizar, com precisão, esses trabalhos, em superfícies planas e com contornos, incluindo papel, plástico, tecido, metal, cerâmica, vidro e metal. Os novos recursos de cores do PDF Print Engine 5 fortalecem o suporte a impressoras com Expanded Color Gamut (ECG) com conjuntos de tinta que vão além da base de quatro cores de ciano, magenta, amarelo e preto, para ampliar o efeito visual e tátil das mensagens da marca.

“As marcas contam com a reprodução precisa de projetos vibrantes para se conectarem com os clientes”, diz Adil Munshi, vice-presidente e diretor geral da unidade de negócios de impressão e publicação da Adobe. “Os trabalhos de impressão criados na Adobe Creative Cloud, revistos no Adobe Acrobat DC, e revistos e impressos pelo Adobe PDF Print Engine 5 agora oferecem a renderização mais rápida, a melhor imagem em cores e os resultados previsíveis em todas as etapas do caminho."
 
O PDF Print Engine 5 está disponível para parceiros que agora estão a integrá-lo nas suas linhas de produtos, como é o caso da Agfa, que vai incluí-lo no Apogee 11. A Adobe colabora estreitamente com fornecedores líderes de mercado para levar a experiência de Adobe PDF a todos os segmentos: impressão comercial, publicação, sinalização, CAD / GIS, fotografia, embalagens / etiquetas, mailing direta, têxtil / vestuário e outras aplicações de produção.

Quando implantado no Mercury RIP Architecture em plataformas multi-core, em rede ou na nuvem, o PDF Print Engine 5 pode ser dimensionado para gerar produção de alto volume numa única impressora ou em várias máquinas de impressão. As gráficas podem comprar ou atualizar produtos com o PDF Print Engine 5 a partir do final do ano.
 
O que há de novo?
 
Melhorias das margens a alta velocidade - O anti-aliasing para margens e gradações visualmente mais suaves em objetos gráficos, mesmo em resoluções mais baixas, reduz os tempos de processamento a uma fração do tempo em comparação com métodos alternativos e pós-renderização;
 
Suporte melhorado para Unicode - Parâmetros de controlo, caminhos de ficheiro e senhas agora incluem caracteres de múltiplos bytes de conjuntos de caracteres não romanos, o que aumenta a facilidade de uso em idiomas como chinês, japonês e coreano;
 
• Suporte ao recurso de impressão PDF 2.0 - Compensação de ponto preto (BPC) para preservar detalhes nas áreas de sombra da imagem durante as conversões de cores; Cores exatas definidas pelo CxF (Color eXchange Format) para habilitar a gestão de cores baseadas em espectros; HTO (Half-Tone Origin) para alinhar objetos pré-impostos à grade de pixels do dispositivo, garantindo telas de linha idênticas;

• Intenção de saída no nível da página - As conversões de cores para trabalhos PDF 2.0 de várias páginas podem ser geridas página por página, permitindo maior flexibilidade e automação nos fluxos de trabalho de pré-impressão.