fbpx
Login
Atualizado a 18 Jun, 2019

100 homens pela igualdade, na Máxima

JorgeCorrulaA revista Máxima desafiou 100 homens a calçar sapatos de salto alto em nome dos direitos da Mulher, numa iniciativa que culmina com um conjunto de ações solidárias a favor da Laço, na luta contra o cancro da mama. Na edição de Março apresentam os 11 pioneiros que aceitaram o desafio.

A violência doméstica – que em 2013 matou 33 mulheres em Portugal –, as desigualdades salariais, os obstáculos no mundo do trabalho, a sobrecarga com as tarefas domésticas são algumas das bandeiras hasteadas por figuras como o actor Ricardo Carriço, o realizador Ruben Alves, o cirurgião plástico José Rosa, o jogador de râguebi Gonçalo Uva ou os músicos Kalaf e Samuel Úria, entre outros.

Luís Onofre desenhou e produziu, em exclusivo para ‘100 Homens Sem Preconceitos – Um Passo pela Igualdade’, stilettos em tamanho para pés masculinos. O projeto vai ser lançado, a 8 de Março, o Dia Internacional da Mulher, para alertar para as desigualdades de género que ainda persistem na sociedade portuguesa.

Sofia Lucas, diretora da Máxima, desvenda um pouco mais: “Porque estas questões não se resolvem num dia, vamos continuar a iniciativa ao longo do ano. Para tal, contamos com um grupo muito heterogéneo de homens, profissionais de todas as áreas, que partilham a convicção de que esta batalha só será ganha se homens e mulheres se unirem.

Ao longo dos próximos meses, todas as edições da Máxima acenderão os holofotes sobre uma nova personalidade masculina, terminando em Outubro com uma exposição destes 100 homens. Finalmente, será lançado um livro em formato de coffee table book que reunirá todas as fotografias do projecto, bem como os depoimentos recolhidos pela jornalista e escritora Isabel Stilwell. Sem esquecer, é claro, o leilão dos sapatos de Luís Onofre, usados pelos convidados. As receitas de todas estas ações reverterão a favor da Laço, uma associação sem fins lucrativos que trabalha na prevenção e apoio às mulheres com cancro da mama e que se associou à Máxima neste Passo Pela Igualdade.