Login

Adotar a postura “I’m with stupid” ou “realmente ouvir”? Susan Credle passou na Web Summit!

Susan Credle

Susan Credle, da FCB Global, passou pela Web Summit, em Lisboa, para partilhar conhecimento adquirido na sua experiência de trabalho. No evento, que decorre até ao dia 8 de novembro, a executiva, daquela que é uma das maiores agências do mundo, falou sobre a melhor forma para trabalhar em colaboração e sobre o poder da autenticidade.


Responsável pela humanização dos M&M’S e recipiente de inúmeros reconhecimentos na indústria da publicidade, Susan Credle é Global Chief Creative Officer na FCB Global. Na sua primeira intervenção, numa conferência intitulada “I’m with stupid”, falou sobre a forma como trabalhamos em colaboração.


Diz que, muitas vezes, encaramos o trabalho em conjunto como um jogo de ténis, em que cada um envia a bola – a questão a tratar - para o oponente, em vez de trabalhar em equipa, como num jogo de basquetebol, em que todos trabalham para levar a bola ao cesto, ou seja atingir um resultado comum.


Susan Credle falou sobre a importância de não defendermos as ideias, com unhas e dentes, só porque são nossas, e da necessidade de reconhecer outras, com potencial para serem tão boas ou até melhores.

Esmeraldas e diamantes


A criativa sublinhou ainda que é muito comum que se percam oportunidades pela incapacidade de ajustar o foco do objetivo. “É como ir numa expedição e encontrar muitas esmeraldas, mas não as aproveitar só porque estávamos à procura de diamantes”, diz Susan.


Ser abertos e transparentes com as emoções ajuda a evitar a criação de um ambiente de desconfiança, com os colegas e com os clientes. E não só é fundamental comunicar como descobrir a forma preferida das pessoas, com quem colaboramos – se por SMS, e-mail, telefone ou…quem sabe… a beber um copo - e fazer um esforço para “realmente ouvir. Descobri que é uma das coisas mais difíceis”, confessa Susan.


Por último lembrou a importância de ser humilde e não assumir que os outros são apenas estúpidos. Conhecer os clientes, e a sua história, ajuda a compreender as hesitações e dificuldades que surgem. Algo muito importante, já que a fluidez dos mercados dificulta a adoção de decisões ou a adaptação do cliente a determinadas situações.

Susan Credle

 

A biografia
Susan Credle, CCO Global da FCB, acredita que o pensamento estratégico persistente, expresso através de criatividade inesquecível e com escala, leva a um sucesso de longo prazo para empresas e marcas.

Susan passou mais de duas décadas na BBDO / NY, onde passou de "bathroombreak girl" para as rececionistas da agência para EVP, Executive Creative Director. Lá, Susan, com o parceiro Steve Rutter, reinventou os personagens icónicos da M & M; ajudou a transformar a Cingular Wireless de pequena marca a uma líder na categoria, e criou outros trabalhos premiados, para clientes como o Bank of America, FedEx, Gillette, Lowe, PepsiCo, Pizza Hut e Visa.

Em 2009, Susan ingressou na Leo Burnett USA como CCO, onde liderou um renascimento criativo. Ela elevou o nível do trabalho e criou um ambiente colaborativo, que produziu algumas das campanhas mais memoráveis da agência, começando com a multimédia para a Allstate "Mayhem".

Para a Esurance, o primeiro anúncio depois do Super Bowl XLVIII provou ser o lugar perfeito para lançar a campanha #EsuranceSave30 no Twitter e chamar a atenção nacional para o “Insurance for the Modern World”. O Chicago Tribune intitulou-a de “grande ideia não oficial” do jogo.

Susan está sempre à procura de ideias voltadas para propósitos, para marcas como a iniciativa anti bullying da Secret, "Mean Stinks", que continua a fazer a diferença na vida de várias meninas.

É membro do Creative Review Board of the Ad Council e faz parte das administrações da Escola de Jornalismo e Media da Universidade da Carolina do Norte, da The American Association of Advertising Agencies, da The One Club, do The VCU Brandcenter, do The IAB, The Foundation for Exxcellence in Women’s Health, Marwen, Chicago Ideas Week and One Million Degrees.

A indústria já reconheceu as contribuições de Susan para o mundo da publicidade com louvor, atribuindo-lhe distinções como Chicago Ad Woman of the Year em 2013, uma das 100 Most Influential Women in Advertising pela Advertising Age, Most Creative Women in Advertising pela Business Insider, e, em 2014 em Cannes Lions , foi recipiente do Focus Award 2014 from Chicago Women in Film. Susan entrou no Hall of Achievement da AAF e no North Carolina Advertising Hall of Fame.