Login

Manuel Silva homenageado como “Um Mestre da Letra”

Homenagem a Manuel Silva (Foto CMPV)

A Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim fez uma homenagem a Manuel Rodrigues Pereira da Silva, especialista no estudo da tipografia, numa sessão intitulada “Um Mestre da Letra”.


Na sessão foi apresentado o livro "A Memória e o Carácter 500 Anos de Tipografia e Caligrafia", escrito por Manuel Rodrigues Pereira da Silva, e apresentado por Antero Ferreira. No livro, o autor foca-se nas personalidades mais marcantes de Portugal, com capítulos dedicados à letra Rotunda, aos tipógrafos Manuel Barata, Andrade de Figueiredo, Jean de Villeneuve, Ventura da Silva e ao tipo Augustal–Elzevir. O livro fala também do contributo do próprio Manuel Silva, para a introdução e estabelecimento da fotocomposição em Portugal, incluindo 13 folhetos sobre tipografia produzidos pelo autor. O último capítulo (não terminado) é dedicado a Mário Feliciano.

O livro, com 500 páginas, conta com um glossário e ainda uma bibliografia temática.

 

“Manuel Pereira da Silva trabalhou, em 1964, na Agência de Publicidade “Êxito”, dirigida pelos escritores Alberto Ferreira e Alves Redol. No ano seguinte fundou a oficina Prograf, “pioneira na produção de provas de tipos e títulos foto compostos como atividade independente”. Em 1977 encontrava-se ligado à empresa Trama e, uma dezena de anos depois, dedicava-se já a exposições individuais relacionadas com a tipografia, os caracteres e a escrita. Este técnico e investigador foi, sem dúvida, um dos mais profundos estudiosos da problemática do carácter e da letra em Portugal, tendo sido responsável pela criação de várias fontes tipográficas (Rotunda, Andrade, JVentura, Fontanela ou Tialira, entre outras), tendo dado vida, de igual modo, a várias famílias de fontes digitais”, refere a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim em comunicado.



Na mesma altura foi inaugurada uma mostra documental sobre “Manuel Silva: tipógrafo – tipólogo” constituída por bibliografia, fotografias e prova tipográfica da sua obra “A Memória e o Carácter 500 Anos de Tipografia e Caligrafia”.

A mostra estará disponível até amanhã, 3 de novembro na Biblioteca Municipal.